Resenha: After - Depois do Desencontro - Livro 3 | Anna Tood

After - Depois do Desencontro
Título: Depois do Desencontro - After - Livro 3
Autor:  Anna Tood
Editora: Seguinte            
  Número de páginas: 416
Classificação:
Sinopse: Tessa passa pelo momento mais difícil de sua vida. Enquanto luta para crescer na carreira com a qual sempre sonhou, seu mundo é virado de ponta-cabeça: a inesperada aparição de seu pai e uma traição imperdoável a deixam mais fragilizada do que nunca. Hardin — com seus beijos viciantes, seu toque incendiário e seu charme de bad boy — seria o único capaz de fazê-la esquecer das dificuldades, mas até ele se vira contra Tessa quando descobre o segredo que ela vem guardando. Se este casal intenso e apaixonado já vivia por um fio antes, agora os obstáculos são maiores do que nunca. Depois do desencontro, essa história de amor sobreviverá.





Logo no pefácio vejo a evolução da escrita da Anna, com passagens mais sólidas e emocionais, garantem ao leitor que ele saiba quais são os sentimentos de Tessa naquele momento. Isso, se analisarmos os livros anteriores, é bem nítido. Consta aqui a resenha dos primeiros livros.

 Neste livro, Hardin está mais contido do que nunca, è claro que ele ainda tem os seus momentos explosivos, mas o mais importante é que ele aprendeu a pedir desculpas e aprendeu a falar o que sente. Em processo lento, mas o fez. Em toda essa confusão, parece que ele cansou um pouco de brigar com a Tessa, por que ele não quer deixa-la triste, mesmo assim, acaba acontecendo. 

Muitos acharam atitude egoísta da Tessa por ela querer se mudar para Seatle, e outros acharam birra Hardin não querer ir. Acontece que - como muitos casais orgulhosos - nenhum deles quer dar o braço a torcer. 

Tessa por outro lado, continua insegura, mas um pouco mais firme em posição ao Hardin, em alguns momentos ela alfinita ele com alguma das besteiras que ele já fez.Mas em construção acredito que o Hardin tenha amadurecido um pouco ( só um pouco) a mais que ela. E não há como esperar muito disso, como é retratado nos livros, a relação bate e volta deles, vem durando 6 meses. 

Outro ponto do livro è que Hardin, a primeiro momento odeia o pai de Tessa, depois os dois se tornam amigos, mas Hardin ainda se sente inseguro com que o pai dela pode causar. 

Zed que nos primeiros capítulos aparece constantemente, prova que o auto controle de Hardin tem melhorado (ou pelo menos ele finge muito bem), mesmo ele sendo possessivo, o torna um personagem muito próximo da realidade, e é isso que gosto no livro. 

Como sempre Anna Tood escreve um livro muito envolvente e viciante. Não tem como dizer que vi falhas, por que nem estava envolvida com isso. 


0 comentários:

Deixe seu comentário