Resenha: O quarto dia | Sarah Lotz

Título: O quarto dia
Autora: Sarah Lotz 
Editora: Arqueiro
Páginas: 346
Classificação: No automatic alt text available.
Sinopse: Quatro anos depois dos acontecimentos do livro "Os três", o navio transatlântico Belo Sonhador partiu dos Estados Unidos com exatos 2.969 tripulantes, para uma ilha paradisíaca no mar do Caribe, entretanto, no quarto dia, coisas estranhas começam a acontecer e o navio fica a deriva em pleno mar, desaparecendo misteriosamente e reaparecendo no sétimo dia de viagem. Além disso, quando o navio é encontrado, há indícios de que um "norovirus" A história contada no livro baseia-se no depoimento de alguns passageiros cruciais para acompanhar e descobrir o que aconteceu nesse cruzeiro.

Série Maníacos | BETWEEN (Primeira Temporada)

Título: Between
Produtora: Netflix, City Television.
Criada por: Michel McGowan.
Elenco: Jennette McCurdy, Jesse Carere, Ryan Allen, Justin Kelly, Kyle Mac, Jack Murray, Brooke Palsson, Jim Watson, Samantha Munro, Shailyn Pierre-Dixon, Percy Hynes White, Steven Grayhm, Mercedes Morris.
Ano: 2015 (Maio).
Gênero: Drama, Ficção científica.
Número de temporadas: 2.
Número de episódios: 6 por temporada.
Duração: 45 minutos (em média).
Classificação: 
Sinopse: Quando uma doença misteriosa mata todos os habitantes com mais de 22 anos, os sobreviventes da cidade são colocados em quarentena e abandonados à própria sorte.

Resenha: The Beauty of Darkness - Crônicas de Amor e Ódio #3 | Mary E. Pearson

Título: The Beauty of Darkness - As crônicas de amor e ódio #3
Autor:  Mary E. Pearson
Editora: Henry Holt and Co - no Brasil, Darkside Books
Número de páginas: 679
Classificação: 
Sinopse: Lia has survived Venda—but so has a great evil bent on the destruction of Morrighan. And only Lia can stop it.

With war on the horizon, Lia has no choice but to assume her role as First Daughter, as soldier—as leader. While she struggles to reach Morrighan and warn them, she finds herself at cross-purposes with Rafe and suspicious of Kaden, who has hunted her down.

In this conclusion to the Remnant Chronicles trilogy, traitors must be rooted out, sacrifices must be made, and impossible odds must be overcome as the future of every kingdom hangs in the balance.


Resenha: Azincourt | Bernard Cornwell

Título: Azincourt
Autor: Bernard Cornwell
Páginas: 366
Editora: Record
Classificação: 

Sinopse: Nick Hook era um guarda-caça de um senhor feudal da Inglaterra governada pelo rei Henrique V. Após diversos desentendimentos, Nick acaba virando um fora-da-lei e parte para Borgonha, onde se torna um integrante de uma companhia de mercenários, que acaba se envolvendo em uma batalha entre a França e Borgonha. 

De volta à Inglaterra, Hook se junta à companhia de Sir John Cornewaille, um grande Lord Inglês e de reputação de ser um guerreiro implacável. Com a intenção de Henrique V de tomar o trono Francês, Sir John se une à campanha do rei rumo a tomada da França, onde aconteceria uma batalha que entraria para a história.

Resenha: Eu te Odeio! I Corey Taylor

Título: Eu te Odeio!
Autor:  Corey Taylor
Editora: Planeta
Número de páginas: 224
Classificação: 

Sinopse: Mascarado, Corey Taylor arrasta multidões cantando músicas aterrorizantes com o Slipknot. Ele tem muito mais a dizer e não será nada delicado!

Eu te odeio! é uma crítica direta, sem meias palavras, ao mundo moderno e a tudo aquilo que consideramos comum. Responsável pela condução de uma banda onde os integrantes vestem máscaras típicas de um filme de terror, Taylor faz uma avaliação devastadora, e ao mesmo tempo engraçada, sobre a sociedade atual, alfinetando os padrões de comportamento humano a partir de histórias reais vivenciadas por ele. Trabalho, escolas, educação dos filhos, a preocupação com o planeta, programas de televisão, bebida, drogas, reuniões de famílias e outras práticas do cotidiano são ridicularizadas pelo vocalista. Não se engane: o autor deste livro não é o Corey Taylor sem máscara, normalmente educado. Também não é o profissional que se preocupa com os fãs e os atende educadamente. Este é o nº 8! É aquele mascarado que canta músicas infernais no Slipknot. E ele está sem limites! Engraçado, profano, blasfemo e, acima de tudo, verdadeiro, Eu te odeio! é a pior versão de Corey Taylor e expõe o que há de mais insano e ridículo na sociedade moderna.