Resenha: Entre decadência e elegância | K. Barreto

Título:  Entre decadência e elegância 
Autora: K. Barreto
Publicação: Independente
Número de páginas: 203

Sinopse: Uma decepção causada pelo marido obriga a carioca Melissa a encarar a vida de solteira balzaquiana pela primeira vez. Enquanto tenta se reerguer, é conduzida por inesperados encontros que entrelaçam a sua vida à de dois homens completamente opostos e igualmente atraentes, mas, assim como é para qualquer pessoa que ainda seja agraciada pelo sopro da existência, a vida não lhe reserva apenas a elegância dos romances. Lidar com o peso emocional da decadência será o seu maior desafio.

Espere qualquer coisa da trajetória de uma mulher que anseia por um final feliz, menos o óbvio.

Resenha: Desencontros de amor | Gisele Fortes

Título: Desencontros de amor
Autora:  Gisele Fortes
Formato de publicação: Independente
Número de páginas: 167
Sinopse: Canceriana e muito intensa, Isabela já nasceu em busca do amor. Aos quatro anos, experimentou a sua primeira paixão platônica: uma das muitas que marcaram seu caminho repleto de relacionamentos impossíveis e quase sempre unilaterais.

Em “Desencontros de amor”, temos o prazer de acompanhar a viagem da protagonista em busca da sua felicidade afetiva, presenciando muitos momentos constrangedores, engraçados e até mesmo tristes. Vamos mergulhar nas suas histórias únicas e nos seus fracassos épicos, tendo como pano de fundo uma playlist que vai aquecer os nossos corações. Além de músicas consagradas de todos os tempos, há canções originais, feitas especialmente para ajudar a contar a trajetória de Bela.

Será que ela vai encontrar o que procura? O “felizes para sempre” de Isabela é mesmo possível? É isso que vamos descobrir enquanto rimos, choramos e cantamos com a nossa garota apaixonada, dramática e muito gente fina.

Resenha: A livraria do finais felizes | Katarina Bivald

Título: A livraria do finais felizes
Autora: Katarina Bivald
Editora: Suma de letras
Número de páginas: 336

Sinopse: Sara tem 28 anos e nunca saiu da Suécia — a não ser através dos (vários) livros que lê. Quando sua amiga Amy, uma senhora com quem troca livros pelo correio há anos, a convida para visitá-la na cidade de Broken Wheel, Iowa, Sara decide se aventurar. Mas ao chegar lá, descobre que Amy faleceu. Sara se vê desacompanhada na casa da amiga, em uma cidade muito pequena, e começa a pensar que talvez esse não seja o tipo de férias que havia planejado.Com o tempo, Sara descobre que não está sozinha. Nessa cidade isolada e antiga, estão todas as pessoas que ela conheceu através das cartas da amiga: o pobre George, a destemida Grace, a certinha Caroline e Tom, o amado sobrinho de Amy. Logo Sara percebe que Broken Wheel precisa desesperadamente de alguma aventura, um pouquinho de autoajuda e talvez uma pitada de romance. Resumindo: a cidade precisa de uma livraria.

Resenha: Vingança amarga | Cici Cassi



Título: Vingança amarga
Autora: Cici Cassi
Editora: Independente
Número de páginas:246

Sinopse: Elias se aproxima de Sara com a única intenção de vingar o assassinato de seu pai.
Mesmo que possa destruir todos à sua volta, ele não medirá esforços para conseguir seu objetivo.

No entanto, ao conhecer Sara, percebe que ela não é nada do que pensava e, quando menos espera, se vê completamente apaixonado pela última pessoa que deveria nutrir um sentimento tão forte.
Sara, complexada por ser gorda, fica completamente encantada com as atenções de Elias.
Apaixona-se, rapidamente, enlevada com as demonstrações de carinho e cuidado que nunca vivenciou com a família.
O que irá acontecer quando ela descobrir as reais intenções de Elias? Conseguirá perdoá-lo?
Será que Elias desistirá da vingança quando perceber que se apaixonou?

Resenha: Novamente Nós | Carla Arine

Título: Novamente Nós
Autora:  Carla Arine
Editora: Independente
Número de páginas: 309

Sinopse: Priscila e Leonardo se conheceram no ensino médio. Um amor intenso que todos viam como almas gêmeas destinadas a ficarem juntas. Assim que chegou a formatura, não somente a beca foi vestida, como também as alianças.
Ela se transformou numa artista plástica em ascensão e ele se formou como médico cirurgião; seu nome era reconhecido por todos.
Com carreiras diferentes e horários conflituosos, o amor dos jovens foi testado pelo tempo e o resultado não foi promissor. Após dez anos de casamento, o sentimento esfriou, o desejo findou e a paixão desandou.
O que restou para os dois foi uma folha assinada num escritório de advocacia, dando fim ao que era para sempre.
Vendo tudo desabar, seguiram caminhos diferentes, mas novamente, depois de um longo tempo, o reencontro aconteceu.
Será que ainda existe amor depois de um divórcio?
Será que o fim pode ser um novo começo?
Poderão eles tornarem-se “novamente nós”, depois de tudo que aconteceu?