Resenha: Escolhas e Segredos | Rosineide Leandro

Título: Escolhas e Segredos
Autora:  Rosineide Leandro
Editora: Chado Books
Número de páginas: 94

Sinopse: Um amor aparentemente platônico. A escolha de uma jovem garota, um ato impensado de um homem maduro, mudarão completamente a vida desses personagens.

Crítica | Até os ossos

Título: Até os ossos

Direção:  Luca Guadagnino

Roteiro: David Kajganich

SINOPSE:  Baseado no romance homônimo de Camille DeAngelis, acompanhamos Maren Yearly (Taylor Russell), uma jovem que quer as mesmas coisas que todos nós. Ela quer ser alguém que as pessoas admiram e respeitam. Quando sua mãe a abandona no dia seguinte ao seu aniversário de dezesseis anos, Maren vai à procura do pai que nunca conheceu e encontra muito mais do que esperava ao longo do caminho. O amor floresce entre uma jovem à margem da sociedade e um vagabundo marginalizado (Timothée Chalamet) enquanto eles embarcam em uma odisseia de 3.000 milhas pelas estradas secundárias da América. No entanto, apesar de seus melhores esforços, todos os caminhos levam de volta a seus passados ​​aterrorizantes e a uma posição final que determinará se o amor deles pode sobreviver às diferenças.


Resenha: Atlanticus | Sollies Galli

Título:  Atlanticus
Autora: Sollies Galli
Editora: Amazon Kindle
Número de páginas: 432

Sinopse: Ártemis é a princesa caçula do reino de Atlântida. Mulher de personalidade forte e além do seu tempo, ela surpreende a todos ao ganhar uma corrida de bigas disfarçada de homem. Essa atitude trará uma grave consequência para sua vida: o exílio, em terras habitadas por centauros ferozes.

A partir desse momento, tudo muda. Atlântida entra em colapso nas mãos de seus governantes inconsequentes, conflitos e intrigas surgem na família real pela posse da coroa, trazendo à tona segredos nunca antes revelados, e a invasão da ilha grega Amaltea, no mar Egeu, pelos atenienses será o estopim de uma guerra entre as duas grandes potências mundiais, Atlântida e Atenas.

Um romance cheio de intrigas, mentiras, traições, segredos e assassinatos, sem deixar de mencionar uma história de amor impossível, utilizando passagens dos textos originais escritos por Platão. O enredo conta sobre os últimos dias de glória do império atlante, em uma época antes do grande cataclisma, dando continuidade ao mito deixado inacabado por Platão. A partir de agora, convido você a embarcar nesta incrível jornada.

Resenha: Instant Karma - Amor, caos e destino | Marissa Meyer


Título: Instant Karma - Amor, caos e destino.

Autor: Marissa Meyer

Editora: Rocco

Sinopse: Prudence Barnett sempre foi muito rápida em julgar as pessoas, principalmente o povo preguiçoso e arrogante de sua cidadezinha litorânea. Depois de interpretar a música "Instant Karma!", de John Lennon, no karaokê, ela sofre uma queda e bate violentamente com a cabeça no chão. O que Prudence não esperava era que, ao acordar, pudesse fazer com que as pessoas arcassem com as consequências de seus atos. Pru finalmente fará a justiça cármica acontecer.

Logo ela começa a usar seu poder a torto e a direito, punindo todos que vê fazendo coisas ruins, desde comentários maldosos a atos de vandalismo. Mas tem uma pessoa em quem ela não consegue usar seu dom: Quint Erickson, sua dupla em um trabalho da escola. Se, de início, Pru fica irritada com algumas atitudes dele, com o tempo nota que Quint na verdade é até bastante fofo e muito dedicado ao seu trabalho no centro de resgate de animais marinhos da cidade.

Quando Pru começa a trabalhar com Quint no centro para melhorar suas notas na escola, percebe que tem muito a aprender sobre bebês lontras e linguagens do amor ― não necessariamente nessa ordem. É aí que sua nova habilidade vai lhe ensinar como é tênue a linha entre virtude e vaidade, generosidade e ganância, e entre amor, caos... e destino.

Uma coisa é certa: o carma existe. Pode não ser imediato, como dizia John Lennon, porém nunca falha.


Resenha: As Pequenas Alegrias | Virginie Grimaldi


Título: As Pequenas Alegrias

Autor: Virginie Grimaldi

Editora: Gutenberg

Sinopse: Como nasce uma mãe? E o que sobra para ela depois que os filhos saem de casa? A maternidade tem muitas facetas a serem exploradas, aspectos que afloram nossas melhores (e piores) emoções.

Com a proximidade do seu aniversário de 50 anos, Élise precisa aprender a lidar com a solidão. Sua filha mais velha vive em Londres, e o caçula acaba de se mudar para Paris. Como se não bastasse, sua única companhia para enfrentar o ninho vazio é um cachorro desajeitado e um tanto depressivo. Agora, ela deverá encontrar um novo sentido para sua vida e reaprender a não viver em função dos filhos.

Em situação oposta está Lili, que ainda não estava pronta para dar à luz uma menininha. Sua filha chegou antes da hora, trazendo consigo todas as angústias e temores que só uma mãe é capaz de sentir: Ela vai resistir? Como existirei sem minha filha? Ela viverá bem? Algum dia nossas vidas voltarão ao normal? Lili ainda busca entender como um ser tão minúsculo pode ocupar tamanho espaço na vida de alguém.

Duas histórias, duas versões diferentes da maternidade: a mulher que precisa aprender a ser mãe e a mãe que precisa reaprender a ser mulher.