QUINTA HQ: FANTASMÓPOLIS

Título: Fantasmópolis (Ghostopolis)
Criação, Roteiro e Desenho: Doug TenNapel
Editora: Ática
Número de páginas: 272 
Classificação: ★★★★★
Sinopse: No mundo dos mortos, quem não morreu tem poderes sobrenaturais. Garth é um garoto com uma doença incurável que tenta levar uma vida normal. Frank Gallows está em crise com seu emprego de caça-fantasmas. Seu posto na Força-Tarefa de Imigração Sobrenatural está por um fio. Então comete uma falha imperdoável: acidentalmente envia o garoto para o além muito antes da hora. Enquanto Frank tenta reparar seu erro, Garth conhece um mundo inteiramente novo. Em Fantasmópolis, centro de todo o além, descobre que fantasmas e pesadelos povoam sete reinos destintos, comandados pelo temível Vaugner. Mas o mundo dos mortos não é mais o que costumava ser e, em busca de um caminho para casa, Garth terá de enfrentar muitos desafios, dentre eles restaurar a paz em Fantasmópolis. 


Resenha

Mais uma vez a Editora Ática surpreendendo com suas publicações. Para quem não sabe, a Ática publicou nada menos que a tão aclamada Coleção Vaga-Lume, que fez parte da infância de milhões de brasileiros. 

Garth é um garoto com uma doença terminal que vê seu destino ser antecipado. Ele é enviado para o mundo dos mortos por um caça-fantasma atrapalhado. Frank, na tentativa de corrigir seu erro, solicita a ajuda de Clair, sua ex do além, juntos vão atrás do garoto. Só que o mundo dos mortos está sob os domíníos do terrível Vaugner. 

Fantasmópolis é uma HQ para ninguém botar defeito. TenNapel combina um excelente roteiro com um traço de encher os olhos. Não há economia de tinta, os quadrinhos são bem coloridos o que os torna muito exuberantes, surpreende o leitor a cada virada de página.    



       



O mundo post mortem criado pelo autor é pitoresco e tragicômico, digno de uma produção de Tim Burton. Alguns elementos simbólicos enriquecem ainda mais o texto. Temos a figura do Mal e a do Salvador atuantes numa espécie de purgatório. Alguns temas interessantes são abordados, dentre eles, o abandono, o amor entre os opostos, a autoconfiança e a paternidade.


Boa leitura!!!

6 comentários:

  1. Essa HQ parece ser demais! Ainda mais que você mencionou que é digna de Tim Burton hahaha
    Já quero pra ler e acrescentar à minha estante de HQ!

    Zona de Conspiração | Facebook da Zona | Canal do Zona

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois não irá se arrepender, Juliara. Obrigado pelo comentário! Bjs

      Excluir
  2. Oi Paulo,

    Que bacana, essa HQ parece ser muito legal! Adorei a resenha e fiquei muito curiosa para conhecer a história e os desenhos, que parecem ser muito bem feitos! =)

    Bjs!
    CarinaPilar.com | ...e a paixão pelos livros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      É uma HQ para ter sua estante. É tão boa a história que você é surpreendido quando as páginas acabam. Obrigado, Bjs!!!

      Excluir