As 10 capas mais bonitas da minha estante

Quem nunca escolheu livro pela capa? Quem nunca chegou numa livraria ou até mesmo num site de vendas e se deparou com uma capa linda e teve aquela vontade louca de levar pra casa? Vez ou outra julgamos os livros dessa maneira. Mas será que “toda capa que vale a pena ser comprada”? Sem julgamentos quanto a sinopses, alguns livros, mesmo que não nos atraiam pela história, tem capas que devem sim ser apreciadas.
   Então aqui vai uma lista com as dez capas mais bonitas da minha estante!
   Obs: os livros listados são apenas da minha estante e a lista não está em ordem de favoritismo, além de ser apenas a minha visão sobre “capas bonitas”. 


1.       A Passagem


Quase um século depois que uma pesquisa científica financiada pelo Exército dos Estados Unidos foge do controle, tudo o que resta é uma paisagem apocalíptica. As cobaias utilizadas nos experimentos – prisioneiros a caminho do corredor da morte – escaparam do laboratório e iniciaram uma terrível carnificina, alimentando-se de qualquer ser com sangue nas veias e espalhando por todo o continente o vírus inoculado nelas.  Um em cada 10 habitantes pode ter sido infectado. Os outros nove se tornaram presas desses virais, criaturas animalescas extremamente ágeis e fortes cujos únicos pontos fracos parecem ser a hipersensibilidade à luz e uma pequena área frágil próxima ao esterno.  Em uma fortificação construída nas montanhas, cercada de muralhas de concreto e holofotes superpotentes, uma comunidade tenta sobreviver aos constantes ataques noturnos. Mas a precária estrutura que a protege está com os dias contados: as baterias que alimentam as luzes começam a falhar e uma invasão é iminente.  Não se sabe o que aconteceu ao resto do mundo: a comunicação foi cortada, não há governo e o Exército nunca cumpriu a promessa de voltar. Provavelmente estão todos mortos. Mas a chegada de uma misteriosa andarilha traz novas expectativas: ao que tudo indica, ela tem as mesmas habilidades dos virais, mas não sua necessidade de sangue. Agarrando-se a essa esperança, um grupo parte da Colônia para buscar mais sobreviventes – e a verdade fora dos muros. 

2.       A Sombra do Vento



Numa madrugada de 1945, em Barcelona, Daniel Sempere é levado por seu pai a um misterioso lugar no coração do centro histórico: o Cemitério dos Livros Esquecidos. Lá, o menino encontra A Sombra do Vento, livro maldito que mudará o rumo de sua vida e o arrastará para um labirinto de aventuras repleto de segredos e intrigas enterrados na alma obscura da cidade, A busca por pistas do desaparecido autor do livro que o fascina transformará Daniel em um homem ao iniciá-lo no mundo do amor, do sexo e da literatura.

3.       Radiante


Algum tempo após o acidente de carro que a matou, Riley Bloom deixou sua irmã, Ever, no mundo que conhecemos e atravessou a ponte da vida após a morte até um lugar chamado Aqui, onde o tempo é sempre Agora. Riley reencontrou os pais, também vítimas do desastre, e Buttercup, o cão da família. Todos estavam se adaptando a uma morte boa e tranquila, até que ela foi chamada perante o Conselho e um segredo lhe foi revelado: a pós-vida não significa simplesmente uma eternidade de lazer. Riley tem tarefas a realizar. Ela é designada como Apanhadora de Almas, e Bodhi, um garoto diferente, que ela não consegue decifrar muito bem, é seu guia. Riley, Bodhi e Buttercup voltam à Terra para sua primeira tarefa: fazer o Menino Radiante, que há anos assombra um castelo na Inglaterra, atravessar a ponte. Muitos Apanhadores de Almas já tentaram convencê-lo e não obtiveram sucesso. Mas isso foi antes que o menino conhecesse Riley...

4.       A Garota do Penhasco


A Garota do Penhasco é um romance que enreda o leitor através de vários fios: a história de Grania Ryan e sua querida Aurora Devonshire, a garota do penhasco, nos fala sobre mudança de vida. A história das famílias Ryan e Lisle é um lindo conto sobre um século de mal-entendidos e rancor entre inimigos que se acreditam enganados por falcatruas financeiras. O caso de amor entre Grania Ryan e Lawrence Lisle comove por sua delicadeza e força vertiginosa que culmina em imensa tristeza.

5.       A Guerra dos Tronos

Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, aceita a prestigiada posição de Mão do Rei oferecida pelo velho amigo, o rei Robert Baratheon, não desconfia que sua vida está prestes a ruir em sucessivas tragédias. Sabe-se que Lorde Stark aceitou a proposta porque desconfia que o dono anterior do título fora envenenado pela manipuladora rainha - uma cruel mulher do clã Lannister - e sua intenção é proteger o rei. Mas ter como inimigo os Lannister pode ser fatal: a ambição dessa família pelo poder parece não ter limites e o rei corre grande perigo. Agora, sozinho na corte, Eddard percebe que não só o rei está em apuros, mas também ele e toda sua família.

6.       O Oceano no Fim do Caminho


Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino. Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.

7.       As Crônicas de Nárnia


As Crônicas de Nárnia - Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas entre o bem e o mal - o que mais um leitor poderia querer de um livro? O livro que tem tudo isso é O leão, a feiticeira e o guarda-roupa, escrito em 1949 por Clive Staples Lewis. Mas Lewis não parou por aí, seis outros livros vieram depois e, juntos, ficaram conhecidos como As crônicas de Nárnia.

8.      Fios de Prata


Mikael Santiago realizou o sonho de milhares de garotos. Aos 22 anos era o jogador brasileiro com o passe mais caro da história do futebol. Mas à noite os sonhos o amedrontavam. Às vezes, o que está por trás de um simples sonho – ou pesadelo – é muito maior que um desejo inconsciente. Há séculos, Madelein, atual madrinha das nove filhas de Zeus, tornou-se senhora de um condado no Sonhar, responsável por estimular os sonhos despertos dos mortais. Uma jogada ambiciosa que acaba por iniciar uma guerra épica envolvendo os três deuses Morpheus, Phantasos e Phobetor, traz desordem a todo o planeta Terra e ameaça os fios de prata de mais de sete bilhões de sonhadores terrestres. Envolvido em meio a sonhos lúcidos e viagens astrais perigosas, a busca de Mikael pelo espírito da mulher amada, entretanto, torna-se peça fundamental em meio a uma guerra onírica. E coloca a prova sua promessa de ir até o inferno por sua amada.

9.      Amor Contra o Tempo


Emerson Cole sempre achou que algo estava errado com ela. Quando passou a ver pessoas deslocadas da realidade - que eram, na verdade, projeções do passado - e que, ao tentar tocá-las, elas desapareciam como fumaça, Em teve certeza. E então vieram os remédios, a depressão, o colégio interno. Agora que seu período no internato chegou ao fim e ela está de volta ao lar, Emerson vê sua sensação de paz prestes a desmoronar. Alguns fantasmas não estão mais desaparecendo com um simples toque. E com a chegada de Michael Weaver, o consultor de uma misteriosa organização que promete ajudá-la a se libertar dessa condição, um simples toque poderá condicioná-la a algo ainda mais perigoso: a paixão.

10.   Em Busca de Um Final Feliz

Através de uma forte narrativa, descobrimos como é o dia a dia dos moradores de Annawadi, uma favela à sombra do elegante Aeroporto Internacional de Mumbai, na Índia. O leitor vai se apaixonar por Sunil Sharma, o menino catador de lixo que quer ficar rico, por Manju, a moça mais bonita da favela, que quer ser professora, e até pela tresloucada Fátima, a Perna Só, que só quer um pouco de atenção.

20 comentários:

  1. Heey!
    Quantas capas bonitas, a que mais gostei foi a de "O Oceano no Fim do Caminho" ^^
    Abraços!!
    http://desbravando-o-infinito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Admito que esse foi um dos títulos que comprei mais pela capa do que tudo. O fato de ser um livro do Gaiman ajudou, mas ainda assim...
      Abraços.

      Excluir
  2. Nunca tinha ouvido (ou lido) falar do livro 'A Passagem', do Justin Cronin. Na minha opinião, tem a capa mais bonita do post e ainda parece ser muito interessante haha <3

    Adorei a lista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai ter outra postagem sobre ele aqui no blog! Infelizmente, quando a Arqueiro se tornou selo de ficção da Sextante, eles mudaram a capa e odiei completamente. Mas lembrando que o que importa é a estória, que nesse caso, é maravilhosa!

      Obrigado ♥

      Excluir
  3. Oi Paulo, são capas muito lindas mesmo! É inevitável um leitor não se deixar influenciar pela leitura pela capa né? ainda mais quando se é tão linda!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é mesmo? O marketing as vezes é grande mesmo, haha.
      Sempre bom colecionar capas!
      Beijos e abraços

      Excluir
  4. A Passagem realmente tem uma capa muuito bonita. Confesso que passei um certo tempo comprando livros apenas pela capa, kkkk, ainda bem que parei com isso, estava perdendo de ler várias coisas interessantes. O Oceano no Fim do Caminho <3 Amo demais esse livro!!
    Beijos!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem como não amar essa capa?
      Como falei antes, a capa de A Passagem infelizmente foi trocada, então fico no maior orgulho de ter essa edição na minha prateleira.
      Beijos ღ

      Excluir
  5. Oi Paulo!

    O Oceano no Fim do Caminho também é uma das capas mais lindas da minha estante, mas eu tenho tanto livros lindos que fico sem dúvida de quais são os mais bonitos. Suas fotos são maravilhosas, sério! Essas com o pisca-pisca ficaram as mais lindas. A capa de Fios de Prata também é maravilhosa.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Oceano no Fim do Caminho é uma obra sem descrições, não é?
      Obrigado, Ana! É ótimo saber que as fotos tem agradado!
      Abraços ♡

      Excluir
  6. Eu tenho A Guerra dos Tronos e acho tão linda a capa *-*
    Não acho tão linda assim a capa da As Crônicas de Nárnia rsrs, não sei porque mas pra mim ela não tem um destaque grande.
    Gostei das demais que foram apresentadas.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As capas de As Crônicas de Gelo e Fogo são tão artísticas, né?

      Bem, gosto é gosto. As vezes algumas capas se tornam bonitas por conta da sua história, como foi para mim em A Sombra do Vento.

      Abraços!

      Excluir
  7. Oi ^^
    gostei Bastante das Capas, gente que amor, me apaixonei bastante por ''Amor contra o Tempo'' e ''Radiante'', mas as Capas não teriam tanto destaque se não fosse pelo seu Dom em Fotografia, parabéns <3

    Beijos

    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amor Contra o Tempo foi uma super barganha que fiz, mas ainda não tive a chance de ler. E já tem continuação!

      Muito obrigado, Ingrid! É maravilhoso saber que tenho agradado, haha.

      Muitos beijos e abraços.

      Excluir
  8. Oi Paulo!

    Excelentes escolhas, adorei! Achei a de "Fios de Prata" a mais bonita. Devo confessar que comprei "O Oceano no Fim do Caminho" por causa da capa, hehehe...

    Bjs!
    CarinaPilar.com | ...e a paixão pelos livros!

    ResponderExcluir
  9. "Amor contra o tempo", "Narnia", "A passagem" e "Radiante" fazem meus olhos brilharem. Adoro. Nunca li nenhum desses, mas gostaria mesmo de ler Amor contra o tempo, o que tem a me dizer?

    =)
    - Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oie
    Lindas essas capas mesmo <3
    A que eu mais gostei e é de um livro que eu não conhecia é "Fios de Prata",amei as tonalidades e a mescla das imagens.Não sei por que mas eu não consigo gostar das capas dessa trilogia da Alyson,acho que por minha preferencia é tons mais escuros.

    ResponderExcluir
  11. Achei muito bonitas as fotos, as capas também. Principalmente Radiante, tem uma capa leve, e bem encantadora. Gostei de saber sobre suas capas favoritas.

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Gosto muito da capa de As Cronicas de Narina que e linda e Fios de Prata que ainda não conhecia mas também ficou muito bonita !!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Paulo. Concordo com você em metade de suas capas mais bonitas, sendo elas: A Guerra dos Tronos, Em Busca da Felicidade, O Oceano no Fim do Caminho, A Passagem e Radiante. As que acho mais bonitas da minha estante, são: Enfeitiçadas, O Projeto Rosie, O Teorema Katherine, Cadê Você Bernadette?, A Culpa é das Estrelas, A Menina Que Roubava Livros, Vaclav e Lena, Dente Por Dente, Feios e Feitiço.

    ResponderExcluir