QUINTA HQ: CRIATURAS DA NOITE | NEIL GAIMAN & MICHAEL ZULLI

Título: Criaturas da Noite
Autor: Neil Gaiman
Arte: Michael Zulli
Editora: Pixel Media
Número de páginas: 58
Classificação: ★★★
Sinopse: Este livro de Neil Gaiman, autor consagrado no universo dos quadrinhos, prima pelo ar de mistério e pelo flerte com o sobrenatural. Ele é dividido em duas histórias: em “O Preço”, o cotidiano de um escritor é alterado por inexplicáveis acontecimentos; já em “A Filha das Corujas”, a vida de uma jovem abandonada quando criança ganha toques de fábula sombria.







– Resenha –

Criaturas da Noite é uma HQ do emblemático Neil Gaiman, que dispensa apresentações, trata-se de ninguém menos que o criador de Sandman, Stardust e Coraline, entre várias outras obras inesquecíveis. Para mim, Neil Gaiman está para literatura assim como Tim Burton está para o cinema. Gaiman tem uma capacidade inigualável de criar universos únicos que fascinam e envolvem o leitor, tornando-o escravo da própria curiosidade. Gaiman se inseriu no mundo das HQ's após se tornar amigo do roteirista Alan Moore, autor de WatchmenMonstro do PantânoV de Vingança, entre outros. 

Em Criaturas da Noite temos duas histórias: 'O Preço' e 'A Filha das Corujas'. 

·         O Preço 


Em 'O Preço', a criatura noturna abordada é o gato. Sempre foi atribuído certo misticismo a este animal, desde os primórdios da humanidade.  Sabe-se que os felinos estiveram muito presentes no Egito antigo. Os egípcios acreditavam que o gato era a própria Bastet, deusa da fertilidade. Na Idade Média, os gatos foram perseguidos por serem associados a práticas de bruxaria. No Japão, temos o Maneki Neko, que consiste em um felino com a pata levantada, conhecido também como Gato da Sorte. Quando o gato possui a pelagem negra, são associados à lua, trazem azar, morte.  


Na primeira história acompanharemos o dia-a-dia de uma família que adota gatos abandonados. Eles ajudam estes animais, alguns bichanos vem e vão, outros permanecem e são finalmente adotados. Todos são gatos normais, com suas peculiaridades próprias dos felinos, exceto por um, o Gato Preto. Era um gato velho, muito elegante, que toda manhã aparecia com ferimentos horríveis pelo corpo. Os dias se passavam e os ferimentos observados eram cada vez piores. O patriarca da família resolveu prender o Gato Preto no porão da casa para cuidar das feridas, coincidentemente nesse período, começou a acontecer várias coisas à família...


Entre as duas histórias do livro, esta é a minha preferida. Não é uma narrativa complexa, de maneira simples expõe o egoísmo humano. Por se tratar de uma história curta, algumas respostas ficam por conta do imaginário do leitor, o que não tira o mérito do autor. Os traços dão realismo a história, chamo atenção para a página de apresentação dos gatos, é muito bonita.



·         A Filha das Corujas 

Em 'A Filha das Corujas' a criatura noturna abordada é a coruja. A palavra "coruja" no grego, Gláuks, significa "brilhante, cintilante". A coruja é o símbolo da sabedoria, a deusa grega Atena carrega uma coruja como mascote. Os gregos acreditavam ainda que esta ave tinha o dom da clarividência, usavam-na como oráculo.

A segunda história nos convida a conhecer a vida de um bebê, amaldiçoado pela ignorância humana. A recém-nascida fora abandonada na porta da igreja. Ao recolhê-la, algo chamou a atenção, a criança segurava restos mortais de coruja. A cidade toda começou a temer a presença do bebê, alegaram ser "filha das corujas" e condenaram-na ao isolamento. Abandonaram a criança em um convento vazio, onde ela fora alimentada por uma velha freira, que o fazia de muito contragosto. A senhora morreu um tempo depois, a criança ficou à própria sorte...


Não gostei muito dessa história, a temática não me agradou. A fonte utilizada tá muito pequena, incomoda durante leitura. As ilustrações continuam primorosas. Ambos os contos apresentam um "desfecho" - se é que posso chamar de desfecho - inusitado, que vai induzi-lo a imaginar.    




Boa leitura!!!

8 comentários:

  1. Oi! ^^
    Achei muito interessante as duas histórias, não sei se por ser fã do Neil Gaiman ou porque gosto de histórias mais sombrias mesmo. Fiquei imaginando muitas coisas enquanto lia a resenha. Apesar de não gostar muito de HQs, fiquei com imensa vontade de ler essa!

    Estou muito feliz com nossa parceria! Espero que seja de muito sucesso! :)

    Beijussss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/BlogMenteHipercriativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Já havia experimentado Gaiman em prosa, é a primeira vez em HQ. Confesso que tenho vontade de consumir tudo que ele produza. Gaiman tem um jeito próprio de escrever que marca o leitor, é impossível fechar um livro dele e continuar a ser a mesma pessoa. Leia, sim! Você vai amar!
      Obrigado pelo comentário, que essa parceria dê doces frutos.
      BJS!!!

      Excluir
  2. adorei te conhecer,ja te seguindo.Adoro ler,embora sem tempo suficiente,mais achei muito interessante as historias,ja te seguindo.Vem conhecer meu cantinho tbem http://artesdiversos.blogspot.com.br
    obrigada,sucessos,bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é muito simpática. Obrigado! Vou conhecer sim. Sucesso pra vc tb. bjoca!!!

      Excluir
  3. Oie
    Eu nem sabia que o Neil tinha livros HQ lançados.E pela sua descrição dos dois contos o meu preferido é A Filha das Corujas ,gostei do tema e da situação da história.Mas é uma pena que a fonte usada seja muito pequena,isso sempre atrapalha na hora da leitura.É um livro bem curto mas eu gostei.

    ResponderExcluir
  4. Gatos! Tenho gatos aqui em casa, talvez seja isso que me faz querer ler o do gato. Achei muito bacana as ilustrações, bem coloridas e bem feitas. Gostei da dica, já que não conhecia.

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Não sabia que Neil Gaiman tinha HQ, mas gosto muito desse gênero e das duas historia gostei mais de o Preço o gatinho esta muito fofo e adoro historias que tenham gato e pareceu legal a sinopse !!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Paulo. Fiquei impressionado quando vi o nome do autor Neil Gaiman envolvido em uma HQ. Já de cara, gostei bastante, me encantei pela estória dos animais místicos e misteriosos passado por ilustrações. Das duas partes, me encantei mais com A Filha das Corujas.

    ResponderExcluir