RESENHA: O LADO BOM DA VIDA | MATTHEW QUICK

Título: O lado bom da vida
Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 256
Classificação★★★★★

Sinopse: Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele 'lugar ruim', Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um 'tempo separados'. Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.



Resenha

 Encontramos em Pat um apaixonado iludido e otimista, apesar de não se lembrar o que de fato aconteceu para sua separação ele nunca perde a esperança.
    
   Ao retornar do "lugar ruim" ele dedica seus dias à leitura, exercícios e futebol americano para agradar o pai e o irmão mas acaba se envolvendo novamente com seu antigo time os Eagles, o que traz também uma boa relação com o seu terapeuta.  Tudo parece estar indo bem e Pat sempre mantem a esperança de voltar com Nikki, quando através de amigos conhece Tiffany que recentemente perdeu o marido Tommy, com quem se identifica com os problemas sofridos.

 O amor por Nikki só o motiva a ser uma pessoa melhor, e esperar um final feliz do seu “filme” como carinhosamente chama sua vida, ele se prepara para o fim do “tempo separados” lendo vários livros que Nikki pedia para seus alunos lerem pois era professora de literatura. Infelizmente sempre se decepcionando com as histórias pois não possuem um final feliz. Porque assim como sua mãe Pat procura o lado bom da vida. O meu personagem preferido da história é a mãe de Pat: dedicada, amorosa e espera o bem das pessoas.

O tempo vai passando e Tiffany torna a história mais atraente apesar de se recusar a falar Tiffany faz de tudo para se aproximar de Pat e fazer se esquecer da esposa. 


 Antes de ler o livro eu já havia assistido ao filme cuja amei, mas após a leitura percebi que poderia ser melhor. Mas de qualquer forma eu recomendo o livro e filme.

3 comentários:

  1. Laurinha,
    eu amo esse livro e o filme dele tb. mas não tem como comparar, né??? O cinema mudou bastante a história, deixando menos intenso e colocando mais romance. O livro aprofunda mais o problema de Pat, mostra um drama familiar intenso e uma Tiffany que toca mto mais terror, né??? kkk
    Super indico tb a leitura.
    Beijos, Fernanda D.
    NovoRomance.com.br

    ResponderExcluir
  2. Esse é o meu livro favorito !! Aliás todos do Matthew são !!
    A história de Pat é incrível e ao acabar de ler o livro ficamos com aquele quote na cabeça : "É melhor ser gentil do que ter razão " .
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Parabéns, o seu blog é muito bem concebido. Eu sou definitivamente um fã Bradley Cooper e seus filmes não me perder, embora alguns são muito mal feitas. Pela maneira, recentemente eu vi americana Sniper, uma proposta que eu recomendo muito para ver.

    ResponderExcluir