SESSÃODAMEIANOITE: DE VOLTA PARA O FUTURO 2




Não dá pra deixar passar o dia 21 de outubro de 2015 sem falar desde clássico dos cinemas que tem tudo a vê com o dia de hoje. Acontece que em De Volta para o Futuro 2, Marty McFly viaja no tempo e vem para o futuro, no dia 21 de outubro do então longínquo ano de 2015. 





Aqui estamos, 26 anos após o lançamento do filme chegamos a tão promissa data. No filme, McFly viaja para o futuro para resolver problemas que seriam causados após o furto de uma revista com resultados esportivos desde 1950 até os anos 2000, que alterariam a história.

No futuro, McFly se depara com tecnologias (que encaramos como previsões) que o impressionaram (e a nós também). Mas é válido lembrar que, apesar de não termos tudo que De Volta para o Futuro 2 nos prometeu, a imaginação do diretor (ou palpites) foram em diversas vezes certeiros. 





Cinema em 3D, computadores por todos os lados, pagamentos através de celular, sistema multicanal, drones, tablets, fim dos Macs antigos (que em 1989 representavam o futuro da computação e hoje são extremamente diferentes), entrada de portas sem chaves, controle de movimentos, telas gigantes, vídeo-conferência, óculos de video pessoal, câmeras fotográficas pequenas, comando de voz e o extermínio de LP's (PL's? Isso mesmo, vinil, agora, só com colecionadores não é mesmo?) e CDs. Nisto tudo De Volta para o Futuro 2 acertou. Claro, ainda quero meu Hoverboard voador, jaqueta que seca o cabelo e tênis que se amarram sozinhos (Nike já fez um desses, mas é mais legal do que prático). 



Além de nostálgico, o filme é uma excelente obra, e vale a pena ser assistido (de novo, de novo e de novo). Se você ainda não assistiu, fica a minha dica e mais, assista a trilogia completa, garanto que não vai se arrepender. 




0 comentários:

Deixe seu comentário