RESENHA: BILLY ELLIOT | MELVIN BURGESS

Título: Billy Elliot

Autor: Melvin Burgess


Editora: WMF Martins Fontes

Gênero: Drama

Número de páginas: 195

Classificação: 


Sinopse: Billy Elliot mora em uma pequena cidade no norte da Inglaterra cujo principal meio de sustento das famílias são as minas de carvão. O pai do garoto quer que ele siga seus passos e aprenda a lutar boxe, mas Billy tem outros planos. Incentivado às escondidas por uma professora do lugar, ele está determinado a caminhar para um futuro diferente por meio da dança.





  – Resenha –



O carvão está em crise na Inglaterra. O petróleo juntamente com a energia nuclear roubam a cena e se apresentam como uma nova alternativa energética. Billy Elliot, 11 anos, nasceu numa pequena cidade, cuja principal atividade de subsistência é o trabalho nas minas de carvão, destino de todos os homens que ali habitam.

Órfão de mãe, Billy vive com o pai (Jackie), o irmão (Tony) e sua vó, que apresenta problemas de saúde típicos da idade. Em meio a greve dos mineiros, observamos um personagem que vai na contramão de toda violência e rigidez  presente no cenário narrativo. Billy é o coração da sua família, reprimido pelo machismo e pela ignorância.

Não há perspectivas para aqueles meninos, o trabalho nas minas é um legado patriarcal, é passado de pai para filho. sonhos são caprichosos diante da dura realidade. O boxe é o esporte vigente, válvula de escape do proletariado.  

Em meio a este cenário tomado pela fuligem das minas de carvão, ao som de 'I Love to Boogie' (Marc Bolan & T. Rex), Billy Elliot descobre na dança, mais espicificamente no ballet, o alimento para sua alma e uma oportunidade de crescimento além dos limites daquela pequena cidade.

Temos ainda o personagem Michael, melhor amigo de Billy, que enfrenta os conflitos de sua orientação sexual. E sra. Wilkinson, professora de ballet, que ajudará Billy Elliot a enfrentar o preconceito familiar.

O livro é de uma sensibilidade ímpar. A história é narrada em primeira pessoa pelo personagem que entitula cada capítulo. Trata-se de um desabafo do narrador, ele expõe seus conflitos internos e conta os fatos a partir do seu ponto de vista, o que favorece o entendimento dos conflitos psicológicos daqueles inseridos naquele contexto social.


Este livro foi baseado no roteiro original para o cinema de autoria de Lee Hall, o filme ganhou uma adaptação para o teatro musical mundialmente famosa, chamada Billy Elliot - The Musical, com músicas de Elton John.



Confira o clipe do filme:








Boa Leitura e Bom Filme! 



       

0 comentários:

Deixe seu comentário