Resenha: O Pequeno Príncipe | Antoine de Saint-Exupéry

TítuloO Pequeno Príncipe
AutorAntoine de Saint-Exupéry
Editora: Zahar
Número de páginas: 143
Classificação
SinopseCom seu olhar sempre curioso, o Pequeno Príncipe de cachecol dourado leva o leitor a repensar as ligações entre sua infância e a vida adulta, entre o sentimento e a consciência, entre a razão e a realidade. A raposa, a rosa, os baobás, os planetas, entre outros elementos do livro, são símbolos nunca inteiramente explicados - e por isso mesmo muito fortes.

Resenha 

Por incrível que pareça, não é o Pequeno Príncipe que narra a estória. Nosso protagonista, um piloto que após anos em busca de alguém que o compreendesse, cai com seu avião em pleno deserto do Saara, e com apenas água para oito dias, tem quase certeza da morte. Quando enfim adormece, acorda com uma voz infantil lhe dizendo: “Desenha-me um carneiro?”. E é assim que começa uma série de relatos sobre a vida do garoto a sua frente que lhe é conhecido como pequeno príncipe.  

   O Pequeno Príncipe vivia no asteroide B-612, e querendo conhecer mais, fez uma jornada ao longo de outros asteroides, até conseguir chegar a Terra. Aqui, ele passa a descobrir como é a vida dos homens, faz descobertas em relação a amizade e conta sobre a vida universo afora. No meio tempo que esteve aqui, seu interesse pelo planeta é notável. As paisagens e toda a vida transmitida através da fauna e flora conseguem capturar sua atenção e atraí-lo. 
   Muitos valores lhe são ensinados – sendo passados para nós, inclusive. 
   O livro na verdade é um conto, que como tal, nos transmite infinitas lições através das suas famosas frases. É fato: tantos problemas que envolvem nossas vidas seriam facilmente resolvidos se cada um de nós tivesse seu asteroide (podemos pensar que casa é uma ótima substituição, quando na verdade existe uma diferença entre ela e o lar). 


   Terminamos de ler com uma vontade de despencar no Saara e encontrar esse príncipe. É difícil – talvez até impossível – não sentir algum sentimento doce ao finalizar a leitura. Além disso, o livro tem sido lançado por inúmeras editoras e pode ser encontrado hoje em dia facilmente – a edição escolhida para essa resenha é a da Zahar. 
   Recomendo a leitura para quem não leu e recomendo também a todos para relerem. Não é apenas um livro sobre amor e amizade. É inclusive sobre a vida.









Quotes 

“– Quando a gente anda sempre em frente, não pode mesmo ir longe...” 
– Página 16 

“– As estrelas são todas iluminadas... será que elas brilham para que cada um possa um dia encontrar a sua?” 
– Página 58 –

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. O pequeno príncipe é puramente amor. Acho que a gente nunca é o mesmo após ler essa história. E sim, eu tenho vontade de carregar esse príncipe no colo.
    Fotos lindas! Essa edição da zaha também é linda.

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, gostei muito do seu blog, e já estou participando, gostaria de lhe convidar para conhecer e participar do meu e da minha Fan page!

    http://penteadeiradaanapaula.blogspot.com.br/

    https://www.facebook.com/penteadeiradaana/

    Desde já Agradeço


    Ana Paula Marçal...

    ResponderExcluir