Resenha: Animais Fantásticos & Onde Habitam | J.K. Rowling

Título: Animais Fantásticos & Onde Habitam
Autor: J.K. Rowling
Editora: Rocco
Número de páginas: 64
Classificação:
Sinopse: A acromântula é uma aranha monstruosa de oito olhos e dotada de fala humana, foi desenvolvida pelos bruxos para guardar suas casas ou tesouros... O basilisco, também chamado de rei das cobras, é verde-vivo e pode alcançar até quinze metros de comprimento. Sua criação foi declarada ilegal, desde a época medieval. O dragão é o animal mais mágico do mundo; seu couro, sangue, coração, fígado e chifre têm grandes propriedades ilusionistas.

Estas breves descrições são apenas uma amostra do que o leitor pode encontrar em Animais fantásticos & onde habitam , de J. K. Rowling, escrito sob o pseudônimo de Newt Scamander, e com prefácio do sábio Alvo Dumbledore. Ao livro, adotado pelos professores da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts e considerado uma obra-prima, atribui-se a responsabilidade pelo bons resultados dos alunos nos exames de Trato das Criaturas Mágicas. E a obra não é recomendada só para estudantes. "Nenhuma casa bruxa está completa se não possuir um exemplar." Trata-se de um guia com mais de 80 espécies de animais e seus respectivos hábitos, costumes e origem.

Este exemplar lançado no mundo dos trouxas (não-bruxos) é uma duplicata do Animais fantásticos & onde habitam de Harry Potter, editado, inclusive, com notas informativas que ele e seus amigos fizeram à margem das páginas. Segundo Scamander, Animais... já está em sua 52ª edição e esclarece, entre outras dúvidas, o significado de animal para a comunidade mágica; fornece sua classificação; a percepção dos trouxas sobre esses seres; ensina como e por que mantê-los ocultos em hábitats seguros, desobediência esta que incorre em multa; e faz um histórico das normas impostas pelo Departamento para Regulamentação e Controle das Criaturas Mágicas do Ministério da Magia, ao longo dos séculos, para preservar as feras fantásticas e assegurar aos bruxos o prazer de apreciar seus poderes e beleza.

A escritora escocesa J. K. Rowling cedeu todos os direitos de publicação desta obra para a Comic Relief, uma organização humanitária criada por comediantes britânicos para ajudar crianças carentes. Eles usam o riso para combater a pobreza, a injustiça e a calamidade.

Por exigência da autora, os nomes dos animais foram mantidos na Língua Inglesa, com a tradução entre parênteses.




  – Resenha –



Resolvi ler esse livro depois de ver que vai sair o filme. É uma leitura super rápida e leve. A introdução é onde conhecemos um pouco do autor, Newt Scamander. Ele é um um estudante de criaturas mágicas — mais conhecido como magizoologista.


Os animais aparecem em lista, e são mostrados os hábitos deles, o quão eles são perigosos e também de que região eles são. No caso das regiões, senti falta de estarem mais espalhados pelo mundo…


Bem, além disso, Newt nos explica a discussão sobre “o que consideramos animais”. Afinal, um centauro é animal ou é um “ser”? #reflita rs



Ok…mas…e aí? Como pegar um livro que foi escrito para fins “acadêmicos” e transformar em filme? Em primeiro lugar, vai ser uma trilogia! \o/
Em segundo lugar, foi resolvido simplesmente assim: a J.K. Rowling terá um papel direto no roteiro do filme. Então, ela vai criar uma história que mostra todos esses animais de um modo diferente do livro, que só é uma lista.

Coisas legais pra saber:

O cenário do filme: Nova York na década de 20. Harry Potter foi na Inglaterra, por volta da década de 80, então vamos ver coisas muito diferentes do que vimos na história do bruxinho que derrotou Voldemort.
De acordo com o roteiro, Newt Scamander estava viajando pelo mundo desde 1918. Viagem, esta, para estudar as criaturas mágicas e, aí sim, escrever sua obra-prima…que, adivinha o nome? Animais Fantásticos e Onde Habitam! Lançado em 1927.
Aíííííí… em 1926, onde começa o filme, Scamander chega em NY com uma pasta mágica, daquelas tipo a bolsa da Hermione, que cabe um montão de coisas. Nela, ele coleciona animais mágicos — e possivelmente perigosos.
Em algum momento, que o trailer mostra um pouquinho, esses animais fogem da pasta. Aí surgem problemas + a descoberta de que a comunidade bruxa americana está com problemas de se esconder dos trouxas. Não se sabe, ainda, se o filme ficará todo na cidade de NY. Mas, como os animais são de várias partes do mundo, acho que o filme não se limitará à América.

1 comentários:

  1. Já sou fã de Harry Potter, agora com essa resenha tenho que achar essa obra rsrsrs!
    Já estou seguindo o blog, pois adorei os posts!
    Um abraço, depois se puder visitar meu blog, ficarei muito feliz!
    http://umalbumpanoramico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir