Resenha : A voz do arqueiro | Mia Sheridan

A Voz do Arqueiro
 Título : A voz do arqueiro
 Autora : Mia Sheridan
 Editora : Arqueiro 
 Número de páginas :336
Classificação :
Sinopse : Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor.

Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.

Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.

Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.
Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.


                                                                   -  Resenha -

O ano mal começou, já tenho mais um livro que virou um dos meus favoritos e a autora arrebentou na escrita dessa linda obra, mas vamos ao que interessa, a história desses dois personagens muito cativantes : Archer e Bree.

Bree Prescott muda-se  procurando um pouco de paz e se estabelece na pequena cidade de Pelion, fugindo de uma noite trágica na qual perdeu seu pai.


Archer sofreu um acidente quando tinha 7 anos , uma pequena criança e por isso não fala. Sem saber como lidar com ele, os moradores da cidade acabaram deixando de lado e não se aproximavam, pois também Archer tem um jeito tímido, misterioso e isolado das outras pessoas. Contudo, ser invísivel para as outras pessoas estava sendo muito bom até o dia em que Bree entrou em sua vida enxergando-o e querendo saber mais daquele mistério que ele tanto esconde.

"Então nossos olhos se encontraram e pareceram ficar presos um no outro. Os olhos dele eram profundos, cor de uísque, emoldurados por cílios longos e escuros. Lindos."
Bree faz muitas amizades e como é uma pequena cidade em alguns poucos dias vai tomando conhecimento sobre o que esse rapaz misterioso tanto passou. Ela bem entende como é perder os pais e viver lutando diariamente seus traumas e medos.

"- Meus Deus, o que era aquele homem! Ele ia me matar com uma overdose de doçura."
Os dois personagens vão se conhecendo por meio de linguagem de sinais, que a nossa personagem - aprendeu com seu pai  que era surdo -, assim, rompendo o silêncio e a solidão que Archer tem. É tão lindo como eles vão se encontrando quase todos os dias depois do trabalho de Bree e vão se envolvendo cada vez mais.

E assim o amor vai nascendo e os traumas e medos vão se libertando dos dois .

"Ficamos nos encarando por algum tempo, então o rosto dele se abriu em um daqueles sorrisos de parar o coração. Eu quase gemi, sentindo o calor subir pelas veias. Aquele sorriso era meu – e eu garantiria que ninguém fizesse Archer Hale sorrir da mesma maneira por muito,muito tempo. Me sentia ávida e possessiva em relação àquele belo sorriso. Sorri também.



Pude sentir a dor dos personagens  em  meu coração - meu coração ficando em pedaços bem pequenos - enquanto lia esta linda história de superação. A conexão entre o leitor e os personagens de  Mia Sheridan é simplesmente incrível e  tenho que assumir que fiquei com o sentimento de “quero maiisssss” de Bree e Archer. Tenho certeza quem leu e é fã desse gênero vai compartilhar o mesmo sentimento.

É super fácil se apegar aos personagens principais e secundários e a escrita da autora é bastante  agradável, fluída, suave e delicada. 


A voz do arqueiro é uma história emocionante, encantadora, cativante, surpreendente e INESQUECÍVEL. 

                                                            Recomendo a leitura !



0 comentários:

Deixe seu comentário