Resenha: Um novo amanhecer | John Jackson Miller

Título: Um Novo Amanhecer
Autor:  John Jackson Miller
Editora: Aleph
Número de páginas: 424
Classificação: 
Sinopse: Desde os terríveis acontecimentos em STAR WARS - Episódio III: A vingança dos Sith, quando todos os Jedi foram perseguidos e condenados à morte, Kanan Jarrus tem vivido na clandestinidade, evitando criar problemas com o Império. Porém, um embate mortal entre as impiedosas forças imperiais e os revolucionários desesperados se mostra próximo demais e impossível de se ignorar. A honra e o senso de justiça do cavaleiro Jedi despertam, e ele volta à ação em uma batalha de grandes proporções contra o mal. Mas Kanan não vai lutar sozinho. Ele contará com a ajuda de aliados improváveis, incluindo a misteriosa Hera Syndulla - que parece ter suas próprias motivações. Enquanto uma crise de proporções apocalípticas surge no planeta Gorse, o grupo enfrenta as forças mais poderosas da galáxia, em defesa de um mundo e de seu povo. Nesta primeira aventura juntos, os protagonistas da série Rebels conquistam seu espaço entre os maiores heróis da série STAR WARS, rumo à luta contra o Império.


                                            – Resenha –


Primeiramente: que capa maravilhosa!
Segundamente: personagens maravilhosos!
Terceiramente: é, eu amei esse livro!

Por milhares de gerações, os cavaleiros Jedi levaram paz e ordem à República Galáctica, auxiliados por seu elo ao campo de energia mística conhecido como a Força. Eles, porém, foram traídos e toda a galáxia pagou o preço. Eis a Era do Império.
Esse é o primeiro parágrafo da introdução. Então, vamos nos situar: isso é depois do EP III — A Vingança dos Sith. O Império está crescendo a cada dia mais, e os rebeldes estão ainda começando a rebeldia. hahahaha ... Porque estão muito isolados e em grupos pequenos.

Eu ainda não assisti a série Rebels e fiquei morrendo de vontade de assistir depois dessa leitura. Hera e Kanan são dela, e vi algumas resenhas de quem já assistiu dizendo que Kanan é um personagem bem diferente: sério e centrado. Aí fiquei mais curiosa ainda!!!

Vamos lá, então. Primeiro com Kanan: ele é um cara que sempre tá em fuga. Não fica por muito tempo em nenhum lugar: muda de emprego, muda de planeta, muda de ‘amigos’. Carrega apenas uma mochila consigo: “Viaje sem carregar peso e a morte nunca te encontrará.” Sempre que o Império se aproxima do planeta em que ele está, ele some dali.

Até que um dia ele encontra Hera num beco, brigando com uma gangue. Ela é uma Twi’lek verde, com uma voz encantadora e chega causando confusão por onde passa. Sem dúvidas, minha personagem favorita. Sua personalidade forte e sua força de vontade pra lutar contra o Império são incríveis. 

Só imaginem como a história fica depois do encontro dos dois! haha

Não posso deixar de falar no vilão, que também é um personagem super bem trabalhado. Conde Vidian é extremamente ganancioso. Isso o torna cruel, inescrupuloso e um estrategista incrível. Passou por cima de muita gente e muita coisa pra conseguir o que queria e continuar conseguindo o que quer. Seu sonho é tornar-se braço direito de Palpatine, e ele não mede esforços para isso. Toda e qualquer pessoa que fale algo que possa ser entendido como rebeldia simplesmente some da face da Terra (ou do planeta que for, né. rs)

Um Novo Amanhecer é, sem dúvidas, o meu preferido dessa nova geração (cânone) do Universo Expandido de Star Wars. Uma aventura incrível, um livro cheio de ação e que trabalha bem os sentimentos dos personagens: mostrando medos, dores, alegrias, tristezas. Vale muito a leitura!

Compreendeu que as habilidades Jedi não eram algum tipo de armadura superpoderosa que pudesse ser deixada nem abandonada numa lata de lixo. A Força influenciava e aprimorava cada passo de uma pessoa em contato com ela, estivesse consciente disso ou não.

0 comentários:

Deixe seu comentário