Resenha : Flores Partidas | Karin Slaughter

Flores Partidas
Título : Flores Partidas
Autora : Karin Slaughter
Editora : HarperCollins Brasil
Número de páginas : 464
Classificação : 

Compare & Compre : Submarino | Saraiva 
                                                         
Sinopse : Irmãs. Estranhas. Sobreviventes. 

Quando Lydia contou para a irmã que o cunhado havia tentado estuprá-la, Claire não acreditou. Dezoito anos depois, porém, tudo o que Claire achava saber sobre o marido se provou uma mentira. 

Quando vídeos escondidos no computador de Paul mostram uma face terrível do homem que ela julgava conhecer, Lydia percebe que o drama de sua família tem muitas camadas que precisarão ser descobertas antes que a assustadora verdade por fim venha à tona. 

Mais de vinte anos atrás, a família Delgado sofreu um grande trauma: a caçula, Julia, desapareceu sem deixar rastros. Depois desse golpe, a família se deteriorou de tal forma que as irmãs mais velhas, Claire e Lydia, pararam de se falar, e suas vidas seguiram caminhos muito diferentes. Claire tem uma vida glamorosa, casada com um milionário de Atlanta. Lydia é mãe solteira, namora um ex-presidiário e luta para se reerguer de um passado de drogas e sem direção. A ferida destruidora, no entanto, continua aberta e volta a sangrar quando o marido de Claire é assassinado. 

O desaparecimento de uma adolescente e a morte de um homem de meia-idade, com quase um quarto de século de separação... Qual seria a conexão? As irmãs se unem em uma trégua relutante para, vasculhando o passado, buscar respostas. Mas essa jornada vai trazer à tona segredos que destruíram a família décadas antes, junto com uma chance inesperada de redenção... e vingança. 

Poderoso, tocante e muito tenso, com personagens inesquecíveis e reviravoltas surpreendentes, Flores Partidas é um thriller sem igual, escrito por uma das melhores e mais bem-sucedidas autoras de suspense da atualidade. Além da imprevisível história de Claire e Lydia, você também pode descobrir mais detalhes da história de Julia, a irmã desaparecida, em A Garota dos Olhos Azuis.

                                               - Resenha -


Um livro um tanto desconcertante, contado pela autora Karin Slaughter, que foi lançado no mês de Junho pela editora HarperCollins Brasil, que, por sinal, agradeço pela oportunidade de recebê-lo e agora tenho o prazer de falar com vocês sobre esse livro que me deixou acordada por alguns dias, pois eu queria desvendar os mistérios e estou simplesmente no chãooooo ! 

Outra coisa que tenho que dizer é que a diagramação do livro está simplesmente linda, os seus capítulos tem imagens que deixam a obra surpreendente e com aquele ar de mistério.

Conhecemos a história de ''Flores Partidas'' através da percepção de três personagens da mesma família, são eles:

O pai, Sam Carroll, que escreve cartas para sua filha desaparecida;
Lydia, que várias vezes lembra do seu passado sofrido para justificar as feridas do presente, que não foram cicratizadas;
Claire, uma mulher rica que é casada com Paul e está sempre presente em eventos que incluem a alta sociedade.

Além disso,todos os personagens são descritos com uma precisão surpreendente e a cada momento me imaginei vendo um filme de suspense,me sentia mais envolvida com a história descrita.

A família Carroll é marcada por uma tragédia, a filha mais velha, Julia Carroll, está desaparecida há muito tempo. Na época , o desaparecimento da integrante da família foi investigado e noticiado em todas as manchetes dos jornais. As pessoas da comunidade saíram em uma busca frenética por toda a cidade a procura de algum indício que poderia levar ao paradeiro da Julia, mas após alguns dias sem nenhuma evidência sobre o caso, o interesse das pessoas começaram a decair. Até chegar ao ponto de somente o pai, Sam Carroll, buscar alguma notícia de sua filha.

No presente Claire é uma mulher de uma beleza diferenciada, sempre atrai olhares masculinos por onde quer que passe. Há, aproximadamente, dezoito anos, sua irmã Lydia, de uma reputação um tanto duvidosa, havia lhe contado que o seu cunhado tentara estuprá-la, e Claire não acreditou pois acreditava que o homem com o qual dividia a vida que era amoroso, protetor e bom, não seria capaz de tal ato. E, além disso, entre acreditar no Paul e na irmã drogada. Claire optou pelo lado do marido.

Lydia, após ter sido tachada como mentirosa pela sua família, decide ir embora e se afastar de todos e tudo que a liguem ao seu passado. Ela decide "andar na linha" e largar o mundo das drogas. Mas, ainda pensava como Claire acreditou em alguém que aparecera em sua vida a pouco tempo ao invés dela. Na época, ela tomara algumas decisões erradas como mentir e roubar a sua própria família. Porém, ela não seria capaz de inventar essa monstruosidade.


O livro dá uma  reviravolta quando o marido de Claire é assassinado numa viela.


Após, ela descobre alguns vídeos chocantes no computador de Paul e assim as irmãs dão uma trégua e começam uma investigação sobre a veracidade dos vídeos. 

O que Claire e Lydia não sabiam era que ao iniciar uma investigação, elas iriam descobrir um mundo obscuro e colocariam suas vidas e de todas as pessoas ao seu redor em risco.

Uma narrativa sombria, misteriosa, intensa, surpreendente sobre uma família cheia de interrogações.

                                  Super recomendo !

0 comentários:

Deixe seu comentário