Resenha: Os Três | Sarah Lotz

Os TrêsTítuloOs Três
AutorSarah Lotz
EditoraArqueiro
Número de páginas: 400
Classificação4 estrelas
SinopseQuinta-Feira Negra. O dia que nunca será esquecido. O dia em que quatro aviões caem, quase no mesmo instante, em quatro pontos diferentes do mundo. Há apenas quatro sobreviventes. Três são crianças. Elas emergem dos destroços aparentemente ilesas, mas sofreram uma transformação. A quarta pessoa é Pamela May Donald, que só vive tempo suficiente para deixar um alerta em seu celular: Eles estão aqui. O menino. O menino, vigiem o menino, vigiem as pessoas mortas, ah, meu Deus, elas são tantas... Estão vindo me pegar agora. Vamos todos embora logo. Todos nós. Pastor Len, avise a eles que o menino, não é para ele... Essa mensagem irá mudar completamente o mundo. 


                                                                Resenha

Ta aí um livro onde todo e qualquer detalhe são cruciais para a compreensão da história. No dia 12 de janeiro de 2012, pessoas fizeram dos 4 cantos do mundo carimbaram seus passaportes para uma viagem sem volta. 

O livro gira em torno da "Quinta-Feira Negra", um dia onde 4 aviões caíram praticamente no mesmo instante em 4 partes distintas do globo. O mundo inteiro parou para (digamos assim) "contemplar" tamanha catástrofe, ficando ainda mais perplexos com a notícia de que 3 crianças haviam sobrevivido. Bom, na verdade, teve uma quarta sobrevivente. A única adulta, Pamela May Donald, que desaparece logo nos capítulos iniciais.

Voltando ao "catastrófico milagre da Quinta-Feira Negra", a sobrevivência das três crianças diante de uma tragédia dessa magnitude (e claro, a liberação pelas autoridades e uma gravação que um dos passageiros fez antes de morrer) faz com que os boatos de que uma "força maior está agindo" se espalhe ainda mais rápido, fazendo religiosos e cientistas brigarem para encontrar uma resposta para essa causa claramente sobrenatural, e provar assim a sua razão pra humanidade. E como se não bastasse a pressão da mídia na família das crianças sobreviventes, e a perseguição dos fanáticos religiosos, eles ainda têm que lidar com os estranhos acontecimentos que passaram a cercá-los com a volta dos Três.

Narrado como um documentário/biografia, Os Três é um thriller de terror psicológico, que do início ao fim vai lhe fazer se questionar sobre as consequências de uma mente humana influenciada, brincando entre a loucura, as crenças de superstições e um fanatismo religioso. E por essa forma de escrita, eu recomendo que não seja uma leitura rápida. Cada detalhe é importante, e cada minuto bem gasto é precioso na leitura desse thriller fantástico. Acredite: caso decida ler esse livro, a leitura vai se arrastar por um tempo. Mas tenho certeza de que não vai conseguir largá-lo sem descobrir o que realmente aconteceu.

Só mais uma coisa! Um dos cenários principais do livro é a Floresta Aokigahara (a famosa floresta do suicídio, no Japão), o que, em contraste com o tema do livro, faz com que a trama se desenvolva de maneira muito mais emocionante. Ficção e realidade andam juntos nesse livro, e aos corajosos que se arriscarem a essa leitura, um conselho: não leiam isso em uma viagem de avião.
                                      
                                                 Até a próxima resenha. :)

1 comentários:

  1. Já li e foi um livro um tanto maçante. Gostei, porém, eu acabei lendo meio que obrigada, pois cada capítulo era narrado por um parente diferente, um conhecido, ou até mesmo alguém que nem conhecia direito as 3 crianças sobreviventes, sendo assim, uma leitura que você tem que dedicar total atenção a ela e algumas vezes até reler... Eu esperava mais do livro por causa de outras resenhas que tinha lido. Estou pensando em ler outro livro da mesma autora que se chama "O Quarto Dia" mas estou com certo receio de que seja tão arrastado como esse...

    Se quer ler um thriller psicológico que vai mexer com você, leia "Caixa de Pássaros - Josh Malerman"... Esse sim, te faz pirar...

    ResponderExcluir