Critica : Cegonhas - A história que não te contaram


Titulo: Cegonhas - A história que não te contaram (Storks) 
Direção: Nicholas Stoller e Doug Sweetland
Elenco: Andy Samberg; Katie Crown; Stephen Kramer Glickman
Produção: Brad Lewis, Nicholas Stoller     

Classificação: 

Sinopse: Todo mundo já sabe de onde vêm os bebês: eles são trazidos pelas cegonhas. Mas agora você vai conhecer a mega estrutura por trás desta fábrica de bebês: na verdade, as cegonhas controlam um grande empreendimento que enfrenta muitas dificuldades para coordenar todas as entregas nos horários e locais certos.


Resenha


 Assim como a maioria das pessoas, quando vi o anúncio do filme só pude expressa de cara uma única reação  “ OWN que fofinhos”.

Cegonhas mudaram de entregar bebês para caixas, mas quando um pedido novo aparece na antiga fábrica é necessário correr e corrigir o erro para se realizar a entrega do bebê.

O filme começa e já tenta mostrar todo o encantamento por trás da fábula das cegonhas tendo como enredo essa antiga historia que gira em torno das cegonhas e do aparecimento dos bebês, mas como tudo isso começou? 

A história se passa na fábrica desativada para entregas de bebês onde cegonhas tinham a tarefa de fazer chegar ao seu destinos fofos e lindos bebês, e que agora elas oferecem pacotes para uma gigante global da internet, porém tudo vai ser mudado quando um dos principais funcionário cegonha, o Júnior está a beira de ser promovido e  vê seu sonho por um fio,  por conta de Tulipa a única  humana da fábrica fruto de uma entrega mal sucedida e que acidentalmente produz uma fofa, linda, apaixonante, adorável e completamente não autorizada bebêzinha.  

Juntamente com sua amiga desastrada Tulipa eles correm contra o tempo e contra todos numa aventura totalmente louca e com direitos a lobos em formações surreais e engraçada isso tudo com a bebê  a tiracolo na tentativa de reparar a situação e conseguir fazer a entrega da bebê no seu destino final, definindo a real missão das cegonhas na terra.

A Warner conseguiu criar uma animação voltada para agradar principalmente as crianças, mas os pais também vão morrer de  amores, recheado de  situações que arrancam diversas gargalhadas gostosas, mas também não podemos esquecer da emoçãozinha durante o filme, ela rola sim.

Com um visual bem colorido de cores fortes e vibrantes é uma aventura divertida, criativa, emocionante, e conta com  um desenrolar de trama clara e objetiva em cima de uma história simples de como seria uma fantasiosa formação familiar que vai encantar a todos, e vamos combinar quem resiste a um bebê gordinho lindo e com olhinhos brilhantes? Ninguém!  

                     É muita fofurice pra uma animação só!

0 comentários:

Deixe seu comentário