Resenha: Trilogia da Escuridão: Noturno | Guillermo del Toro e Chuck Hogan


Título: Trilogia da Escuridão - Noturno
Autor: Guillermo del Toro e Chuck Hogan
Editora: Editora Rocco
Número de páginas: 464 
Classificação: 
Sinopse : Nova York , aeroporto JFK. O Boeing 777 da Regis Airlines, vindo de Berlim, aterrisa na hora prevista. Subitamente, na pista de pouso, seu motor para. As luzes se apagam. Os canais de comunicação silenciam. A equipe de terra se perde numa espera aflitiva por algum sinal dos passageiros. 
Considerando a possibilidade de um ataque biológico, o Centro de Controle de Doenças é acionado e o Dr. Eph Goodweather, responsável pelo projeto Canário, responde ao chamado. Ao subir a bordo, seu sangue gela com o que vê. 
Harlem Espanhol, rua 188. Numa loja de penhores, um sobrevivente do Holocausto, Abraham Setrakian, cujos estudos de folclore da Europa Oriental levaram-no para os mais obscuros cantos do mundo, intui que algo grave está prestes a acontecer. Sabe que a hora chegou e que a guerra está apenas começando. 
Uma pandemia vampírica se espalha por toda a cidade de Nova York e irrompe numa batalha sem proporções. Eph se une a Setrakian e a um grupo inusitado de combatentes para neutralizar a ação do vírus e salvar a sua cidade - a mesma que abriga sua mulher e seu filho - antes que seja tarde demais. 
Guillermo Del Toro, criador visionário de "O Labirinto do Fauno", e Chuck Hogan, autor consagrado pelo prêmio Hammett, trazem sua imaginação para este épico de coragem e audácia, sobre uma batalha entre homens e vampiros que ameaça toda a humanidade. Noturno é o primeiro livro da Trilogia da Escuridão, um fenômeno que promete conquistar o mundo.

                                                             – Resenha –
Então, lá estava eu, em minha jornada épica buscando fontes de inspiração para uma plot para um jogo de RPG sobre o meu tema preferido: vampiros. E depois de ler muitas coisas, o google me mostrou esse nome "Trilogia da Escuridão". Devo confessar que o nome não me pareceu lá muito promissor, mas tendo o Guillermo del Toro como co-autor, achei que poderia arriscar. E WOW! Foi um dos maiores achados!

Noturno, o primeiro livro, é a ambientação, então ele tem alguns momentos que parecem mais arrastados e até diria que tem explicações demais, mas vale muito a pena insistir na leitura. 

Ok, o Eph, por muitas vezes é um cara extremamente irritante e eu tive muita vontade de bater nele em algumas ocasiões, mas afinal de contas, ele é o protagonista e não necessariamente o herói ou mocinho. E Setrakian! Que personagem! Meu preferido de longe! Ele é a única pessoa no mundo que entende o risco que a humanidade corre!

Agora sobre a história: aqui não temos vampiros belos, sensuais ou que sofrem com suas questões existenciais. Vampiros são predadores que querem sugar seu sangue e te transformar em um deles. PONTO! Na verdade, dá até para dizer que os vampiros aqui são mais aparentados dos zumbis do que do Conde Drácula; só tinha visto algo parecido em "Eu Sou a Lenda" (o filme, porque ainda não li o livro).

Enfim, a Trilogia da Escuridão, apesar do nome meio bobinho é uma história até pesada de terror e ficção científica. Não tem alívio cômico, não tem romance, só tensão crescente e isso me fez os três livros muito rápido. Ponto negativo: Noturno não tem uma história fechada, então para saber o que está acontecendo de verdade, tem que ler os três livros.

Ah! E a trilogia já virou série. Se chama The Strain, exibida pelo canal FX aqui no Brasil. Preciso assistir tbm...

0 comentários:

Deixe seu comentário