Experiências literárias - Editora Darkside

Como estamos no mês do Halloween, achei justo variar um pouco e falar um pouco sobre a editora Darkside, que é relativamente nova e tem uma proposta pioneira: suas publicações são exclusivamente de terror e fantasia.

E esses - junto com o suspense, meu amado suspense - são os meus gêneros favoritos de livros, filmes, séries, enfim... Então, é óbvio que eu tenho muuuuitos títulos publicado por eles na minha estante. Afinal de contas, né? Além das histórias interessantes e muitas que ninguém pensou em publicar antes, as capas são lindas <3 E eu confesso que compro sim livros pela capa, me julguem!


Mas a verdade verdadeira é que eu ainda não li muitos livros da Darkside por motivos de: pouco tempo disponível e uma imensa (imensa MESMO) lista de livros para ler. 

De qualquer forma, selecionei três títulos sobre os quais vou passar as minhas impressões.



Esse é um verdadeiro ícone da cultura pop; pode ser que a maioria das pessoas sequer conheça a história toda, mas COM CERTEZA conhece a cena do banheiro e a musiquinha tensa. 

Foi o primeiro livro da Editora Darkside que eu comprei e a motivação foi simples: edição linda de morrer (sem trocadilhos) e uma história que eu queria ler já havia muito tempo, até porque já vinha assistindo ao seriado Bates Motel.

 O conteúdo do livro e do filme são muito semelhantes, eu até diria cópia fiel. 

E ainda veio com um brinde: um aviso de porta super divertido combinando com a capa. Amei! Acho que foi uma das melhores "primeira compra" que eu já fiz!
Se você gosta de terror, vá ler esse livro!






Esse, eu não me lembro quando comprei, mas lembro que queria já fazia tempo. Por quê? A capa é linda e a sinopse é realmente intrigante e envolvente. Assim que tive o livro nas mãos, imediatamente comecei a devorar (porque eu já tinha começado a ler na livraria e estava ansiosa para ver onde a história ia levar). E olha... tenho que dizer que esse livro me deu foi uma indigestão. Foi uma decepção completa! O fato que me intrigou na sinopse, que foram as ovelhinhas sendo mortas, simplesmente foi sendo deixado de lado no correr da narrativa até que, em determinado ponto, não se fala mais nisso. Eu esperava realmente encontrar uma explicação: humana, animal ou sobrenatural, mas não! A história é um drama sobre a enfadonha vida de Jake e como ela vive fugindo de seu passado. Drama puro não é o meu estilo de livro, então me senti meio enganada pela sinopse que me vendeu uma ideia totalmente diferente. É, nem tudo são flores.


Pensa em um livro grande e pesado! É esse, com suas mais de 500 páginas e capa dura. Nem de longe o maior que eu já li, mas ainda é um pouco difícil de carregá-lo por aí; o que é uma pena, porque se eu conseguisse, teria lido bem mais rápido. Meu caso com esse livro começou quando eu vi a capa - claro - mas também pelo fato de tratar de duas mitologias que são praticamente desconhecidas por mim, sendo que a mitologia judaica é especialmente interessante. Então, logo que comprei, comecei a devorar essa belezinha. E oh! Quantos sentimentos! Golem e o Gênio é simplesmente o livro mais maravilhoso que eu li recentemente. Era muito triste ter que deixá-lo na cabeceira da minha cama e não poder seguir lendo até o fim em um único fôlego. A história é linda e triste e perfeita e consegue até mesmo ter um final feliz. É um caleidoscópio de emoções e quando terminou me deixou com o lágrimas nos olhos e aquele sentimento, quando você não quer que a história termine, mesmo que o desfecho tenha sido perfeito. Esse livro está marcado no meu coração! <3

0 comentários:

Deixe seu comentário