Experiências Literárias: Editora Darkside - parte 02

Na outra semana, eu falei um pouco sobre livros da Editora Darkside que eu já li e como foi a experiência. Conforme relatei, teve uma muito ruim, uma maravilhosa e a outra também muito legal. Então, o saldo está mais positivo do que negativo e vamos combinar que é praticamente impossível a gente amar todo o catálogo de uma editora, né?
Então, como hoje é oficialmente Halloween, vou listar os livros da Darkside que eu quero muito ler. Ai, essas capas maravilhosas que acabam comigo...


Esse é exatamente o livro que eu estou lendo no momento. O acabamento desse livro é fantástico! A capa é texturizada e é bem mais escura do que parece na foto e essa parte preta com o título, na verdade é uma jacket; por baixo dela tem o morceguinho em baixo relevo. Para não correr o risco de estragar durante a leitura, eu tirei e está guardadinha com todo carinho. 
Eu não sou muito fã de games, mas já conhecia um pouco do enredo. Para quem não sabe, esse livro é a novelização de um dos jogos mais bem sucedidos da franquia Batman. Estou gostando bastante da leitura, apesar de ainda estar bem no começo, o único problema é que o início da história é um pouco "seco", acho que falta um pouco de explicações para quem está começando a enveredar pelo mundo dos super-heróis. Não é nada que realmente prejudique o bom andamento da história que está sendo contada no livro, mas ele tem muitas referências a episódios anteriores, principalmente envolvendo o Coringa, que - apesar de não aparecer efetivamente - tem sido uma sombra constante na narração. Vamos ver as surpresas que me reservam. 


Acho que a maioria das pessoas conhece esse livro, talvez não pelo título ou pela capa, mas porque é um clássico! Todo mundo já sabe o quanto eu gosto de histórias de suspense e que ingrediente é mais famoso para um bom mistério do que um assassinato?! "Foi o Coronel Mostarda, na biblioteca, com o castiçal!". Ok, esse livro não pretende ser um suspense, afinal de contas já sabemos desde a sinopse quem é a vilãzinha da história, mas o crime ainda está ali e mentes assassinas são realmente interessantes. Todo mundo gosta de uma boa história de psicopatas! Tem dezenas de filmes e séries com esse tema e sempre fazem sucesso! E dessa vez, a mente doentia é de uma criança com aparência de anjo. Sim, esse livro tem todos os indícios de que vai entrar para os meus favoritos. Estou torcendo!


E lá vou eu, de novo, comprar o livro pela capa... Mas olha que capa perfeita! 
Bom, eu não faço a mais pálida ideia sobre o que fala esse livro, comprei ele totalmente no escuro. Ok, eu sei que é uma distopia e que tem fortes elementos steampunk, o que é um ponto positivo e que realmente me incentivou a correr o risco. Steampunk é outro gênero que me interessa muito e como é um tema que ainda não é assim tãaaaaao difundido aqui no Brasil, sempre que eu acho um livro desses, a chance de que eu venha comprá-lo são grandes. 
E mesmo que eu deteste o livro no final das contas, ele é bonito o suficiente para eu mantê-lo na estante como enfeite. Quem viver, verá...



E por falar em capas lindas, esse livro não podia faltar na minha lista. É outro clássico que fez parte da infância de muita gente, incluindo a minha, portanto era óbvio que eu precisava tê-lo na minha estante. Na verdade, justamente por ter assistido ao filme quando era muito criança, eu não me lembro muito da história e vai ser como conhecê-la agora. Nem quis ver o filme recentemente para não perder o encanto (apesar de eu ser uma adoradora de spoilers). 
E eu só digo mais uma coisa: uma história tão referencial merece uma edição linda dessas, que só a Darkside faz aqui no Brasil. Fica a dica para as outras editores: tem muita gente que compra edição de colecionador! Invistam um pouco mais nas suas edições de clássicos da infância!

0 comentários:

Deixe seu comentário