Resenha :O lar da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares | Ransom Riggs


Título: O lar da Srta. Peregrine para crianças peculiares
Autor: Ransom Rigges
Editora: Intrínseca
Número de páginas :356
Classificação :
Sinopse : Jacob Portman cresceu ouvindo as histórias fantásticas que o avô, Abe, contava. Na época da Segunda Guerra Mundial, o avô havia morado numa ilha remota, num casarão que funcionava como abrigo para crianças. Lá, Abe convivera com uma menina que levitava, uma garota que produzia fogo com as mãos, um menino invisível… Entretanto, todas essas histórias foram perdendo o encanto à medida que Jacob crescia. Até que, aos dezesseis anos, tudo volta à tona para se provar real.

Abalado com a morte misteriosa do avô, Jacob decide ir à tal ilha para tentar entender as últimas palavras de Abe: “Encontre a ave. Na fenda. Do outro lado do túmulo do velho.” Ele encontra o casarão em ruínas, mas, ao passar por um túnel subterrâneo, o menino se vê em outra época, décadas atrás: em 3 setembro de 1940. Nesse lugar protegido no tempo, ele conhece crianças com habilidades peculiares e encontra as respostas para todas as suas perguntas. Mas o fascínio inicial logo se transforma em uma luta para sobreviver e salvar a vida de seus novos amigos.
Viagens no tempo, mulheres que se transformam em aves, crianças com dons inusitados e monstros à espreita. Bem-vindo ao lar da srta. Peregrine para crianças peculiares, um fascinante mundo novo pronto para ser descoberto.
                                               Resenha



Confesso que  estou feliz por escrever esta resenha… Não é um dos meus livros favoritos como eu esperava que seria, mas ao final, é bem interessante e faz querer ler a continuação. Tive conhecimento de “O lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares“, através do trailer do filme que já foi lançado .

Não sei se posso dizer que o livro será melhor que o filme, muita coisa me deixou a desejar, acredito que pelo trailer eu acabei criando demais expectativas. Acontece.

Com algumas poucas diferenças do que acontece no trailer, o livro retrata a historia de Jacob Portman e inicialmente seu avô, que diz ter vivido em uma ilha de crianças peculiares. Entre elas, um menino invisível, uma menina muito forte, outra que levita  e tantos outros. E sobre monstros horrendos, de garras, fedorentos, com tentáculos saindo pela boca que os perseguiam.

QUANDO ALCANÇOU OS GAROTOS, ELA LEVANTOU OS BRAÇOS E ELES AMARRARAM UMA CORDA À SUA CINTURA. ENTÃO ELA SAIU CUIDADOSAMENTE DE SEUS SAPATOS, UM PÉ DE CADA VEZ, E QUANDO FICOU LIVRE DELES COMEÇOU A FLUTUAR NO AR COMO UM BALÃO. ERA IMPRESSIONANTE. ELA ELEVOU-SE ATÉ ESTICAR A CORDA QUE A PRENDIA PELA CINTURA E FICOU ALI, PAIRANDO, ANCORADA PELOS DOIS GAROTOS, A TRÊS METROS DO CHÃO.

Desde criança, Jacob ouve as historias do seu avô, sem ter uma certeza de que deve acreditar ou não. Quando Abraham Portman acaba morrendo em seus bracos lhe deixando pistas  e segredos a descobrir. Jacob se poe a prova de ter que aceitar as historias do seu avô ou ser taxado como louco pelos amigos e seus pais.

Depois de muita consulta psiquiátrica com o doutor Golan, e em duvida sobre sua própria sanidade Jacob decidi visitar a ilha da infância do seu avô e descobrir a verdade sobre as histórias.


– Quando alguém não o deixa entrar, você acaba parando de bater. Entende o que quero dizer?” 
 Consegui ler o livro em dois dias (com muitas pausas para afazeres), ele é narrado em primeira pessoa por Jacob, então se você é daqueles que gosta de saber o que os personagens estão pensando é só seguir em frente. No geral, o livro tem um “quezinho” de clichê, mas nada que afete a historia em si. Embora, algumas ações seguidas possam serem “adivinhadas”. Espero que o filme possa encantar um pouquinho mais.


O livro é regado de fotografias antigas para dar mais veracidade. Para quem chegou a ler sobre o circo do horror e ver fotografias antigas estranhas  vai se familiarizar muito com algumas fotos. Um resumo: relata-se que os circos de horror eram uma maneira de entretenimento dos antepassados, onde se apresentavam pessoas com deformações, doenças esquisitas, ou pessoas “peculiares”.


Enfim, o autor, Ransom Riggs deixa declarado ao fim do livro que todas as fotos são originais. 

2 comentários:

  1. gostei muito da sua reenha, boa e sincera!
    quero muito ler o livro, mas é bem por causa do trailer mesmo, antes dele eu não conhecia o livro.
    Acredito que eu vá gostar, mas certeza que as expectativas são bem mais altas :)

    Beijos
    http://tamigarotaindecisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. De longe a melhor resenha que li até agora sobre o livro!
    Já tem um tempo em que comecei a ver um grande número de pessoas falando sobre esse livro, mas nunca me despertou tanto interesse. Mas lendo sua resenha fiquei muito curiosa para entender esse mundo!!
    www.heyclaara.blogspot.com

    ResponderExcluir