Resenha: A Maravilhosa Terra dos Snergs | E.A. Wyke-Smith

Título: A Maravilhosa Terra dos Snergs
Autor:  E. A. Wyke-Smith
Editora: Arte & Letra
Número de páginas: 280
Classificação: ★★★★
Sinopse: Em algum lugar em um mundo distante está a terra dos Snergs. Habitada por uma raça atarracada e generosa (não são maiores que uma mesa), o reino é cercado por uma floresta ocupada por amigáveis ursos. Joe e Sylvia, dois jovens que fugiram de casa procurando por aventuras, descobrem este reino incomum. Lá eles encontram não apenas outras crianças, mas também reis, cavaleiros, uma bruxa má e uma capa de invisibilidade. Quando Gorbo, um adorável snerg, junta-se a eles, o trio pula de uma enrascada para a outra em uma fantástica aventura.

Escrito em 1927, A maravilhosa terra dos Snergs tornou-se um clássico da Fantasia inspirando muitos autores, entre eles J. R. R. Tolkien, que adorava ler o livro para seus filhos.



                                                – Resenha –

A primeira edição de A maravilhosa terra dos Snergs é de 1927. Sabe quem lia esse livro pros filhos? J.R.R. Tolkien. Sim, ele inspirou-se a escrever sobre os maravilhosos hobbits depois disso. Como não querer esse livro? Como não amar esse livro? hahha
Pra uma apaixonada por fantasia como eu, não tinha como saber da existência desse livro e não lê-lo. Está em falta nas livrarias, comprei num sebo.
“Os snergs são ótimos com banquetes, que dão ao ar livre em longas mesas juntadas que seguem as curvas da rua. Isso é necessário porque quase todos são convidados — ou, melhor dizendo, ordenados a comparecer (…). Os snergs às vezes têm dificuldades em arranjar uma razão para um banquete, e então o Mestre de Assuntos Domésticos, sendo este o seu trabalho, precisa caçar por uma razão qualquer, como ser o aniversário de alguém. Certa vez deram um banquete porque não era aniversário de ninguém naquele dia”.
Os snergs são muito fofos. Eles são grandes amigos das crianças que ficam na SRCS (Sociedade para Remoção de Crianças Supérfluas). Se uma criança está em casa e os pais não lhe dão atenção e respeito, a Sociedade a retira de seus adultos e leva para a Baía Watkyns — e aí eles recebem todos os cuidados necessários lá. O lugar permite uma vida feliz e não se sabe como chegar lá, apenas quem faz parte da SRCS sabe.
Então, a gente acompanha Sylvia e Joe, duas crianças super amigas que vivem aprontando. Elas fogem pra uma aventura e encontram no caminho Gorbo, um snerg muito tolo. Nessa aventura encontramos ogros, bruxas e reis. É uma leitura divertida e gostosa de se fazer.
Não quero falar muito do enredo pra não estragar a experiência de ninguém. É uma história leve e divertida, que nos deixa alegres em encontrar referências de várias histórias que amamos hoje: O Hobbit, Nárnia, Harry Potter… Leia e encontre-as ;)

1 comentários:

  1. Não conhecia o livro, e assim que comecei a ler a sinopse, já fiquei pensando " ué esses pequeninos parecem hobits" rs
    Preciso muito ler! já estou procurando aqui nas livrarias onlines da vida e estante virtual algum sebo que tenha :)

    Amei a a dica!!

    Beijos
    tamigarotaindecisa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir