Resenha: A Escolha dos Três - A Torre Negra #2 | Stephen King

Título: A Escolha dos Três - A Torre Negra #2
Autor:  Stephen King
Editora: Objetiva
Número de páginas: 416
Classificação: 
Sinopse: Com incansável imaginação, Stephen King dá continuidade à magistral saga épica A Torre Negra, iniciada com O Pistoleiro. A Escolha dos Três, segundo volume da série, lança o Roland de Gilead em pleno século XX, à medida que ele se aproxima cada vez mais de sua preciosa Torre Negra, sede de todo o tempo e de todo o espaço.
Um derradeiro confronto com o homem de preto revela a Roland, nas cartas de um baralho de tarô, aqueles que deverão ajudá-lo em sua busca pela Torre Negra: o Prisioneiro, a Dama das Sombras e a Morte. Para encontrá-los, o último pistoleiro precisará atravessar três intrigantes portas que se erguem na deserta e interminável praia do mar Ocidental.
São portas que o levam a um mundo diferente do seu, em outro tempo, de onde ele deverá trazer seus escolhidos: Eddie Dean, um viciado em heroína da Nova York dos anos 1980; Odetta Holmes, uma ativista pelos direitos dos negros da década de 1960; e o terceiro escolhido, a Morte, que vai embaralhar mais uma vez o destino de todos.
Inspirada no universo imaginário de J.R.R. Tolkien, no poema épico do século XIX "Childe Roland à Torre Negra Chegou", e repleta de referências à cultura pop, às lendas arturianas e ao faroeste. A Torre Negra mistura ficção científica, fantasia e terror numa narrativa que forma um verdadeiro maosaico da cultura popular contemporânea.


                                                – Resenha –



“Uma criança só entende o que é um martelo depois que seu dedo é confundido com um prego.”
A Escolha dos Três é o segundo livro da série A Torre Negra, do Stephen King. Tem resenha do primeiro aqui.

Como já disse, os livros dessa série são bem detalhados e é uma leitura mais pesada e cansativa. Agora estou intercalando com outros livros pois cansa um pouco, apesar da super ultra curiosidade! hahaha

A confusão que sentimos ao ler o primeiro livro não se repete agora. Aliás, ela continua um pouco, mas agora temos mais explicações e ficamos mais curiosos ainda pra saber o restante da história!

No final d’O Pistoleiro, o homem de preto faz a leitura do tarô e fala da Escolha dos Três: o Prisioneiro, a Dama das Sombras e a Morte. O segundo volume continua exatamente do mesmo ponto. Agora Roland está numa praia, largado, com as lagostrosidades (umas lagostas gigantes que atacam as pessoas com suas garras) e aparecem portas, onde ele vai escolher as pessoas que o ajudarão na jornada para A Torre Negra.

Os personagens novos são tão complexos e completos quanto O Pistoleiro, e King os introduz muito bem ao enredo. Gostei de ver um lado diferente de Roland, e em cada porta acontece algo que é surpreendente, nos deixando ansiosos pela próxima.

Ainda cheios de perguntas sem respostas, vamos para o próximo volume na espera de entender a jornada de Roland. Aliás, parece que nem o pistoleiro entende.
“Há pessoas que precisam de pessoas que precisem delas. Você não compreende pela simples razão de não ser uma dessas pessoas. Você me usaria e depois me atiraria no lixo como um saco de papel se fosse preciso.”


0 comentários:

Deixe seu comentário