Resenha: Tática Mente | Paulo Vinícius Coelho

Título: Tática Mente
Autor: Paulo Vinícius Coelho
Editora: Saraiva
Páginas: 166
Classificação: Nenhum texto alternativo automático disponível.
Sinopse: A tática mente. Não explica totalmente a vitória de um time em um jogo, mas é responsável por uma parcela da vitória. Há quem diga que quem superestima a parte tática, subestima o acaso. Será mesmo?
Neste livro, Paulo Vincíus Coelho selecionou de sua prancheta, as histórias das trinta melhores táticas que marcaram as Copas do Mundo. Ele discute os sistemas mais conhecidos, os mais inovadores e os que foram superados pelo acaso. Além de permear alguns meandros desse esporte.
Disclaimer...

Era para falar a respeito de um outro livro - "Emperor of Thorns": o terceiro livro da saga dos espinhos - mas, por motivos de leitura eu ainda não o terminei, então, fica pra próxima resenha... por causa disso, desculpa. Mas prometo que essa resenha vai ser excelente - e tentar misturar futebol com leitura é algo meio que "inédito" pra mim. Dito isso...

Resenha:

Algo que deve ser dito é que, na maioria dos casos, futebol e leitores não se misturam. Raros casos de quem gosta/pratica um, curta o outro. Os que se enquadram nessa descrição geralmente trabalham com jornalismo esportivo, como é o caso do autor. 

PVC é um dos poucos analistas de futebol como esporte que consideram muito a tática - daquelas de general com seu exército, das batalhas épicas que a maioria da leituras pode proporcionar - como a chave para a vitória e que separam os vencedores dos "não-vencedores". 

Em "Tática Mente", o autor aborda a história desses times vencedores (das copas do mundo), através de suas táticas, e de como em grande parte da história, a tática é algo que define a vitória, além, é claro, da qualidade de cada jogador. Alguns nomes emblemáticos no esporte, como Franz Beckenbauer (o maior zagueiro da história), ou Alex Ferguson (o técnico mais campeão com um time e, eu não sabia, treinou a seleção de um país), além de outros nomes antigos, como Parreira, Luis Aragonés entre outros.

O livro possui a explicação básica de tática, além da foto dos esquemas no final de cada capítulo, fazendo com que um entendedor intermediário do esporte - ou até um leigo - possa entender. PVC, ao informar a respeito do futebol e das táticas nas copas, consegue fazer com que, de um modo bem subliminar, consigamos acompanhar a própria história do mundo.

Sobre o futebol...

Desde o início dos tempos, na Grécia, mais precisamente, nos Jogos Olímpicos, haviam os eventos esportivos que visavam buscar o atleta mais forte em várias atividades praticadas na época. Além disso, buscava, mesmo que por pouco tempo, a União entre as várias colônias Gregas - que, naquele tempo, possuíam várias não possuindo um "governo central".

O exemplo dos jogos olímpicos gregos se aplica ao futebol. Há quem diga que o futebol trata-se apenas de um esporte onde vinte e dois jogadores correm atrás de uma bola - esse tipo de pessoa é bem parecido com aquela que julga livro dos outros. Como um amante de livros e um amante desse esporte, posso dizer que se trata mais do que isso. Futebol é paixão e mexe com muita gente. E essas pessoas que podem dizer que são apaixonadas por futebol - por esporte no geral - pode dizer que vive histórias durante vários meses no ano - algumas vezes as pessoas levam isso pelo lado do extremismo, mas enfim.

Meu time do coração - é, eu não ia falar sobre futebol sem falar a respeito do meu time - o Palmeiras (atual campeão brasileiro), também já me proporcionou histórias engraçadas e emocionantes (e tristes também. As gozações são fortes), particularmente apaixonantes. Acho que não é o momento para descrevê-las, mas posso dizer que o futebol me proporcionou a realização de um sonho. Parando agora pra pensar, a quantidade de dinheiro que eu gastei desde os meus 20 anos para o Palmeiras é bem parecida com a quantidade de dinheiro que eu gastei com livros - um exemplo simples, mas bem interessante de como é que o futebol cria uma paixão dentro de quem gosta de histórias felizes.

Além do Palmeiras, também sou amante do futebol - ao ponto de torcer para um jogador do time rival quando esse sofreu uma agressão em campo. Existem histórias que devem ser escritas por toda a civilização. Um time que consegue parar uma guerra (Santos), ou um time que sai do nada e vence um time grande no maior estádio do mundo (Santo André), um time que viveu e vive um conto de fadas até o presente momento, sendo um "pequeno" disputando contra os grandes (Leicester City - aliás, se algum livro sobre futebol deve ser feito, com certeza deve ser feito sobre o Leicester e assim que contarem essa história, ela virá parar na minha "biblioteca"). Um time que se reergueu após uma tragédia (um não, dois. O Manchester United e a Chapecoense). Ou fazer com que um jogador desconhecido ganhasse um prêmio da maior entidade do esporte. Tantas outras histórias que a resenha seria somente essas histórias. Jogos inesquecíveis. Jogadores memoráveis. A sensação de fazer parte de um grande todo (a Copa do Mundo é capaz de proporcionar tal sentimento - ou foi em algum momento). Poucos esportes conseguem providenciar isso.

O livro do PVC conta algumas partes dessa história centenária, de um esporte que é capaz de mudar a história de milhões, mesmo que por pouco tempo. Por 90 minutos, as pessoas são capazes de viver histórias inteiras, que fariam os diretores de Hollywood se orgulhar, pela quantidade de sentimentos envolvidos.

Essa visão romantizada do futebol é uma coisa utópica. Claro que existem sonhos interrompidos, ou acéfalos com histórias tristes (hooligans, brigas em estádios, roubalheira, enfim...), mas o futebol, o esporte, é maior que tudo isso. 

Concluindo...

O livro Tática Mente é um prato cheio destinado a amantes do futebol. Mas a nota não é máxima. Não pelos desenhos explicativos ou forma de escrita, mas porque poderia ter um pouco mais. Senti falta de outros exemplos - até de times de futebol. Alguns só, mas que enriqueceriam a experiência dos times, além de possíveis histórias individuais (tem uma engraçada e triste com o Alex Ferguson) que deixariam o livro menos, uhm, digamos, direcionado.

Mesmo assim, a leitura, para quem não conhece ou quer conhecer a história sobre esse esporte, Tática Mente é uma excelente pedida.

E vocês? Torcem pra algum time? Já fizeram alguma loucura pelo time de coração (não precisa ser necessariamente de futebol)? Pratica algum esporte?

Escrito por Alvaro Dias

0 comentários:

Deixe seu comentário