Resenha: Clube da Luta | Chuck Palahniuk

Título: Clube da Luta
Autor:  Chuck Palahniuk
Editora: Leya
Número de páginas: 272
Classificação: 
Sinopse: Considerado um clássico moderno desde sua publicação em 1996, o livro Clube da Luta consagrou Chuck Palahniuk como um dos mais importantes e criativos autores contemporâneos, além do próprio livro como um cânone da cultura pop. O livro que estava esgotado há anos volta às livrarias nessa caprichada edição.

O clube da luta é idealizado por Tyler Durden, que acha que encontrou uma maneira de viver fora dos limites da sociedade e das regras sem sentido. Mas o que está por vir de sua mente pode piorar muito daqui para frente.

O livro foi filmado em 1999, Por David Fincher (Os Homens Que Não Amavam as Mulheres, A Rede Social), que possui duas nomeações ao Oscar, que conseguiu adaptar toda atmosfera do livro, o mundo caótico do personagem e o humor negro de Palahniuk em uma trama recebida com inúmeros elogios pela crítica e pelo público que conta com os atores Brad Pitt, Edward Norton e Helena Bonham Carter.




                                                – Resenha –


“Se pode acordar em um lugar diferente. Se pode acordar em um horário diferente. Por que não acordar como uma pessoa diferente?”

Não sei como falar desse livro! Acho que se eu disser que ainda assim prefiro o filme, os fãs vão querer me matar! Sim, eu amei o livro! Mas eu já tinha o spoiler em mim, né, pois já vi o filme inúmeras vezes. Por isso não gosto de spoiler: já li pensando no final.


A narrativa é incrível. Diferente de tudo que já li, é caótica, violenta, cheia de repetições e levemente confusa. Você não consegue largar o livro, mesmo sabendo o que acontece. Palahniuk te faz refletir sobre inúmeras coisas no meio de um turbilhão de acontecimentos.


É uma grande história que merece toda a fama, mesmo. E agora não vou falar mais nada, apenas recomendo a leitura. Pois, como a frase clássica, a primeira regra do clube da luta é não falar sobre o clube da luta.

“Nada é estático. Até a Mona Lisa está caindo aos pedaços. Desde que o clube da luta começou metade dos meus dentes está mole”

0 comentários:

Deixe seu comentário