Resenha: Academia Jedi | Jeffrey Brown

Título: Academia Jedi
Autores:  Jeffrey Brown
Editora: Aleph
Número de páginas: 176
Classificação:
SinopseO jovem Roan Novachez está ansioso! Agora que terminou a escola primária, tudo o que ele deseja é se juntar aos amigos na Academia de Pilotos. Mas seus planos vão por água abaixo quando ele descobre que foi rejeitado por essa escola e convidado a participar da Academia Jedi. Agora, sob a tutela do mestre Yoda e cercado por aliens, robôs e outros Jedi, Roan vai enfrentar todos os desafios comuns à idade, além de aprender diversas lições importantes, como utilizar a força, duelar com seu sabre de luz e o mais difícil: dançar com uma garota.

– Resenha –
Chegou ontem de parceria da editora Aleph o livro Academia Jedi e ontem mesmo foi lido. Pegue o estilo de "Diário de um  Banana" e junte com "Star Wars" e daí aparece "Academia Jedi", um dos novos lançamentos da editora que conta a aventura de Roan Novachez. Roan sempre sonhou em entrar na Academia de Pilotos e é lei para ele se tornar um piloto como seu pai e seu irmão. E quando recebe sua carta, eis a surpresa: a negação da entrada na Academia. Roan é indicado para a Academia da Agricultura e já está se contentando com o seu fracasso quando uma nova carta chega. A Academia Jedi o convoca para as aulas e, bem, nada poderia ser pior que Agricultura, certo?
Sem a mínima ideia do que de fato é um Jedi, Roan vai para o planeta Coruscant, principal instalação dos treinamentos. Lá, ele irá aprender desde a função do Jedi até o que é a força, como usá-la e até mesmo sobre o lado sombrio da força. E é aí que o problema começa: Roan já está um pouco velho para começar o seu treinamento, que deveria ter sido desde pequeno, como todos os outros, e por isso está sempre atrás dos alunos nas matérias mais "práticas", como Uso da Força, com o Mestre Yoda.
Mesmo fazendo de tudo para entrar nesse meio, se tornar um Jedi não é tão fácil e Roan parece não desistir. Com o final do semestre e a volta a Tatooine nas férias, Roan sente saudades e mal pode esperar para voltar a Academia. Apesar das complicações que aparecem no decorrer do ano, isso não o faz desistir.    O livro é diferente das outras publicações do Jeffrey até então (Darth Vader e Filho & A Princesinha de Vader, resenha Aqui), pois conta uma história contínua, ao invés de um compilado de sátiras. O interessante aqui está na maneira que assim como Roan, aprendemos sobre o que de fato é um Jedi, e perceber o  quanto uma escola nunca pareceu tão interessante quanto essa.    A edição é capa dura e apesar dos outros serem bastante coloridos, os desenhos são todos em preto e branco, o que não tira a vontade de ler até terminar. Até então, o livro conta com 3 edições lá fora. No final, podemos ver algumas páginas que ilustram a continuação da série: O Retorno de Padawan, até então sem previsão de publicação.


1 comentários:

  1. Oi Paulo!

    Eu acho esses livrinhos do Jeffrey Brown as coisas mais amáveis do mundo, até quem é não é fã de Star Wars vê uns trenzinhos desses e apaixona. Confesso que meu sonho é estar no lugar do Roan viu, virar uma Jedi, "conhecer" o Mestre Yoda... Não custa sonhar. HUAEHAUEHAE

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com

    ResponderExcluir