Jogos Maníacos: This War Of Mine


Título: This War Of Mine
Empresa: 11 bit studios
Lançamento: 2014
Classificação: 





Sinopse

Semana passada conversamos um pouco sobre o que era jogos indie e nada mais justo que falar sobre um jogo indie hoje não é mesmo? Então se prepare pois iremos falar sobre jogo muito... muito!... Mas muito bom mesmo! This War Of Mine!


Resenha

Apesar de não ser um jogo tão recente This War Of Mine nunca foi tão atual. Para aqueles que não leram o artigo sobre jogos indie aqui vai uma pequena sinopse.

This War Of Mine é um jogo indie onde os personagens tentam sobreviver a guerra que está ocorrendo no país. Porém, diferente dos que se está acostumado em jogos do gênero, os personagens não são soldados ou hérois, e sim os moradores da cidade que se tornou para mim o grande diferencial do jogo.

Fazer você se sentir no lugar das pessoas que sobrevivem à guerra se mostra o grande objetivo, sendo altamente explorado nas mecânicas, narrativas e estilo gráfico do jogo. E isso se torna muito importante para o jogador ter uma melhor noção do que se passa nessas situações.

Sobre a história do jogo não tem muito mais para se falar do que isso, pois cada jogo é diferente do outro, afinal nenhuma guerra é igual não é mesmo? Isso é possível por causa do sistema randômico que muda a ordem e a duração de acontecimentos como o frio, quantos dias vai demorar a guerra, se você recebe alguma ajuda, etc. inclusive lhe dando a possibilidade de montar como seguirá a história. Sendo assim grande parte da narrativa oferecida pelo jogo vem de suas mecânicas.

Como um jogo de sobrevivência o objetivo é claro desde o início, sobreviva a guerra. Porém os personagens estão em uma casa abandonada a qual tem algumas máquinas para construir o que você for precisar como o fogão ou um rádio, e se você tiver sorte pode ser que tenha uma cama ou uma cadeira.
Dentro da casa existem armários e entulhos que podem ser vasculhados á procura de coisas como comida, materiais de construção ou remédios, mas uma hora tudo isso acaba e é quando as coisas começam a complicar.

Para conseguir sobreviver é nescessário sair a noite para pilhar outros locais, no começo existem algumas casas abandonadas ou lugares onde fazem trocas de produtos. Porém conforme o jogo vai avançando você começa a ter que tomar decisões críticas, como roubar da casa de pessoas doentes ou se você irá ou não salvar a vida de alguém, arriscando sua vida e muitas vezes a de quem esta na casa esperando pelos mantimentos que você foi buscar, e para mim a coisa que mais pegou de surpresa são as mortes.

Você controla mais de um personagem na casa, e quando um deles morre não há volta. Não tem lugar para se pegar mais uma vida, não tem como revivê-lo e o mais interessante de tudo é, os personagens que permanecem vivos dão respostas emocionais ás morte ou aos atos deles, descrevendo muitas vezes em seus diários o que sentem e como lidam com aquilo.

E não é somente pelas mãos de um NPC que você pode perder um personagem, são várias as formas disso ocorrer. Pode ser por estar muito frio e você não ter conseguido construir seu aquecedor, por ter tido algum ferimento ou doença que se agravou e até mesmo ele pode se matar devido a tristeza que está passando no momento.

Este não é um jogo que você não sabe ao certo se sairá feliz no final. Talvez você se deslumbre, talvez fique pensativo e reflexivo, mas uma coisa você pode ter certeza:

Você passa a ter uma melhor consciência do que é passar por uma guerra.

Quem me conhece sabe que gosto muito desse jogo, pois acredito que ele é um jogo completo. Ele não é somente usado para diversão ou para contar uma história, mas também para trazer ás pessoas reflexões sobre coisas que acontecem ao mundo e não temos muito contato. E para isso ele se ultiliza da história, das mecânicas e do estilo gráfico usado para que você se sinta imerso no ambiente dos personagens.

Disse no início que apesar de não ser recente ele continua sendo um jogo atual. Digo isso pelo fato de guerras sempre terem existido, e que neste exato momento existem lugares que passam por isso, como é o caso da síria. Por causa disso quem compra o jogo, pelo menos pela steam, acaba por ajudar as crianças que estão passando por esse momento, já que parte do dinheiro vai ser doado para ajudá-las a passar por esse momento.

Deixo abaixo o trailer oficial do jogo, um gameplay e um conselho:

 Ao jogar esse jogo, esteja preparado para fortes emoções.

This War of Mine – 11 bit studios – 2014





 Por: Irailson Fateicha

0 comentários:

Deixe seu comentário