Resenha : Morto até o anoitecer | Charlaine Harris




                                  Título: Morto até o anoitecer
                                   Autor: Charlaine Harris
                                   Editora: Prestígio
                                   Número de páginas:317
                                   Classificação★★★★★
                                  



SINOPSE : 


Esqueça tudo o você já ouviu sobre vampiros. Os mortos-vivos ganharam o direito de existir legalmente. O vampiro Bill Compton está disposto a tudo para se estabelecer em sua cidade natal. O que ele não contava era com uma série de assassinatos inexplicáveis, a desconfiança dos moradores locais e o envolvimento com uma bela - e teimosa - garçonete telepata.



RESENHA : 


Esta é a quinta vez que leio ''Morto até o Anoitecer'',na primeira vez desconhecia que havia a adaptação,True Blood,e o peguei inocentemente na minha biblioteca...e amei o livro logo de cara.

O livro conta a história da garçonete telepata Sookie Stackhouse,que mora em Bon Temps,uma pequena cidade da Louisiana,e trabalha no Merlotte's. Ela detesta a habilidade de poder ler mentes,porque sempre ''ouve'' algo indecente ou constrangedor. É horrível!!!

Então,quando o misterioso Bill Compton chega,é um alivio para nossa Sookie não poder ler a mente dele. É o paraíso estar com alguém normalmente,sem vozes e segredos horríveis em sua mente,só silencio. E,é claro,ela se deixa fascinar logo de cara pelo vampiro misterioso e bonitão,rsrs.



'' ESPEREI PELO VAMPIRO DURANTE ANOS,ATÉ QUE FINALMENTE ELE ENTROU NO BAR. ELE TINHA POUCO MENOS QUE 1,82m,CALCULEI. TINHA CABELO CASTANHO-ESCUROS BEM ESPESSOS,PENTEADOS DIRETAMENTE PARA TRÁS  NATURALMENTE,ERA PÁLIDO;CLARO,ORA POIS ESTAVA MORTO SE VOCÊ ACREDITA NAQUELAS VELHAS HISTORIAS.''



O relacionamento dos dois é visto com maus olhos por toda comunidade,apesar de os vampiros poderem viver legalmente. Por causa de um sangue sintético,criado pelos japoneses,os vampiros não precisam mais morder,mas é claro que existem aqueles que vivem sob os velhos hábitos. E depois,de salvá-lo de um casal de drenadores (pessoas que vendem ilegalmente ''V'',que é o sangue de vampiros,que alivia os sintomas de algumas doenças e aumenta a potência sexual),e depois dele salvá-la desse mesmo casal,os Rattrays,ou Ratos,apelidados por Sookie,o romance se intensifica...e começa a surgir uma onda de homicídios de mulheres,na cidade. E todas tinham marcas de caninos...


Bem,se for para escolher entre a série e os livros,prefiro MIL vezes a série. True Blood,que é o nome do sangue sintético,é super sexy,arrojado,possui uma equipe de redatores brilhantes,que nunca deixam a peteca cair. Os atores são incríveis,os diálogos e situações dão um show,tudo na série é engenhoso e original. Entretanto,o livro tem também seu valor,Charlaine criou termos novos,como ''vampirófila''(pessoas viciadas em mordidas de vampiros,tietes de vampiros),mas também respeitou os vampiros tradicionais,como não sair ao sol.


Pessoalmente,o ponto fraco do livro é a narração em primeira pessoa da Sookie,eu a amo,mas,convenhamos que ela não é a personagem mais divertida e engraçada,é ótimo poder acompanhar a vida de Tara,do Lafayettte,do Sam ou até mesmo o do próprio Bill,que sofre preconceito por ser vampiro(,gostei porque a Charlaine pôs uma certa realidade nos livros) na série. E esse é um dos pontos onde a série ganha : a abrangência da história.






Assim como no seriado,''Morto até o Anoitecer'' possui uma forte vertente erótica,não tão onipresente como na série,pois,como disse anteriormente só vemos e sabemos o que a Sookie ver e sabe,nada mais.

Super recomendo a leitura,mas apenas por diversão. 

O livro é bastante despretensioso e de lida fácil. E ah,I Wanna do bad things with you,rsrsrs.




0 comentários:

Deixe seu comentário