Resenha: O Inferno de Gabriel | Sylvain Reynard

Título: O Inferno de Gabriel
Autora: Sylvain Reynard
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 512
Classificação:     
Sinopse: A salvação de um homem. O despertar da sexualidade de uma mulher.
Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites.
O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados.
Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer.
Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir.
Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.



- Resenha -
Gabriel é um homem sombrio. Um homem grosso e mau para seus alunos e o mesmo para o resto das pessoas que conhece. Ele é exatamente o oposto do que uma jovem doce, boa e ingênua como Julia deveria se apaixonar. Mas é claro, não se manda no coração, não é mesmo?

Mas se esse amor já aconteceu? E se ele for reciproco? E se tiver sido esquecido? Sofrimento em dobro. Julia não esperava por isso. Não esperava sofrer. Não esperava que esse sentimento só cresceria. Ela estava decidida a seguir em frente, e assim tentou. Contudo, o destino foi mais forte. Não se pode driblar o destino. E de acordo com o destino, ela deveria seguir atrás dele, desse homem conturbado e completamente errado para ela. 

O livro de primeira me interessou. Extremamente profundo e misterioso de princípio, com maravilhosas referências literárias, que partem desde a antiguidade clássica, até a literatura contemporânea - fator esse, que me fez querer ler logo tudo de uma vez. 
Os personagens secundários ficam em segundo plano. Senti falta de maior participação, ainda mais quando alguns deles são tão apaixonantes como Paul, de coração bom, gentil, carinhoso e inteligente. Ou mesmo típico como Christa, loira, sedutora, que quer o professor acima de tudo.

Aos poucos, somos revelados aos passados tristes e marcantes de Julia e Gabriel. Acontecimentos que marcaram suas vidas e os tornaram assim: Gabriel, um homem odioso; Julia, uma mulher insegura e submissa. Cada uma dessas histórias tem seus pontos felizes e seus pontos tristes, e não são raras de se ouvir em nossa realidade, e é justamente por isso que elas são tão cativantes.

Sylvain Reynard ensina que cada um tem a sua história, e a vida irá nos levar para o fundo do poço, mas devemos nos agarrar à primeira corda que surgir e escalarmos até o topo, para recuperarmos nossa felicidade e seguirmos em frente. Não importa o quanto tudo pareça sem saída, o quanto pareça que seremos eternamente infelizes e que ninguém irá nos aceitar com nossos históricos sombrios e traumatizantes, não adianta pensar que ninguém irá aceitar nossos erros hediondos e perdoá-los, afinal, nós mesmo não perdoamos. O destino, Deus, quem for, irá oferecer a chance de redenção após o julgamento e caberá a nós agarrar esta oportunidade para sair de nosso inferno pessoal.
Este é o verdadeiro sentido da história. E o motivo de eu ter gostado tanto. Uma lição discreta envolvida de promessas.

Este é o começo da nossa jornada. Acompanhando Dante e Gabriel pelo atormentante inferno. Mas o objetivo, nos espera.

Leram? Digam se concordam e o que acharam. 
Não leram? Digam se querem ler, e voltem para dizer o que acharam.

3 comentários:

  1. Não li o livro, mas adorei o resumo da história e da resenha que me empolgou demais!!!! Vou correndo comprar pois me identifiquei demais... Adorei!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá. Eu ganhei o livro do meu pai e ainda estou com receio de ler, por ele ser muito grande e por ter um viés mais submisso e etc. Mas sempre estou lendo resenhas, ou é 8 u 80, uns amam e outros odeiam, sempre me deixando confusa rsrs Mas depois vou arriscar!
    Beijo.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Miriã! Não amei nem odiei. Tem muita coisa boa e pontos ruins; Aqui destaquei os bons.
      Mas quanto ao viés submisso, não tem não. É picante mas não assim.
      Espero que leia e goste.

      Excluir