Resenha: Uma Loucura Discreta | Mindy McGinnis


Uma Loucura Discreta
Título : Uma loucura discreta
Autor : Mindy McGinnis
Editora : Plataforma 21
Número de páginas :388
Classificação: 

Sinopse : Boston, 1890. Asilo Psiquiátrico Wayburne. Grace Mae vive um pesadelo: forçada a passar seus dias reclusa num manicômio, em meio a insanos de todo tipo, sobressaltada por gritos de horror a cada noite.
Grace não é louca. Apenas não consegue esquecer os terríveis segredos de família. Terríveis o suficiente para calar sua voz – jamais ouvida por ninguém, a não ser ela mesma, dentro de sua mente brilhante.Mas, quando uma crise emocional violenta traz sua voz à tona, Grace é confinada em um porão escuro. É nesse momento em que ela conhece o dr. Thornhollow, um estudioso de psicologia criminal. Dona de um olhar aguçado e de uma memória prodigiosa, Grace passa a auxiliar o médico em investigações.Ambos escapam para uma instituição mais segura em Ohio, em busca de amizade e esperança. Mas a tranquilidade dura pouco: surge um assassino em série que ataca brutalmente jovens mulheres.Grace seguirá no encalço do criminoso, mesmo tendo de enfrentar seus próprios fantasmas.
Resenha

A leitura de Uma Loucura Discreta me deixou muito pertubada. Os primeiros capítulos são muito pesados com a crueldade em que a protagonista se encontra. Aqui conheceremos Grace que com 18 anos está grávida e para que isso não virasse um escandâlo - já que o pai é governador e não pode sujar sua reputação na politica - ele decide internar ela em um hospicío até ganhar a criança que será doada. 

É duro e doloroso lembrar os primeiros capítulos, porque o local onde ela é internada não é nada tranquilo e cuidadoso. Os residentes passam fome, lutam por comida. Os que não tem controle sofrem tanto fisicamente quanto psicologicamente. Os banhos são gelados e pouco delicados. E Grace não é poupada de nada mesmo estando grávida! Para salvar a si e manter a criança viva, ela se mantém muda. Calada em seu próprio eu, já que desde pequena aprendeu a se trancar em algum lugar na mente para salvar da dor. Mas nem mesmo a mente mais desumana se salva naquele lugar. Até que certo acontecimento faz com que ela ataque o diretor do local, que a manda para o porão, onde ficam os que terão uma ajuda para se acalmarem.

É nesse porão que Grace conhecerá o Dr.Thornhollow, que faz estudos com a mente humana, sirurgias que calam os desesperados, poupando-os de seus sofrimentos e tem um hobby de ajudar a polícia à prender um assassino em série. O Dr. ajuda Grace a fugir de lá, na condição que ela será sua ajudante. A garota possui uma mente brilhante, capaz de registrar todos os detalhes das cenas dos crimes. Na luta para buscarem o culpado por matar jovens, Grace terá que vencer seus medos e demônios e retornar a ser a garota que um dia já foi.

A narrativa é sempre em 1ª pessoa e isso é o mais fantástico! Sentimos cada dor, choramos pela protagonista, sofremos com ela em todos os momentos, sentimos raiva e nos apaixonamos pelos amigos que ela conquista ao longo da trama. O livro contém cenas fortes e chocantes que me deixaram de queixo caído. A autora aborda um assunto real, muito mascarado, e o pior que era comum naquela época. Dói ver que quem nem sempre os que devem nos amar e proteger, nos farão bem.

Eu supeeeer indico esse livro! Foi uma das leituras que prendi o fôlego ao ler, que senti apreensão no mistério do assassino, fiquei chocada com o desfecho e principalmente com o final da Grace que foi mais que merecedor! A protagonista não te conquista na simpatia, mas na sua dor de tão palpável, te faz questionar o quão sã ela é E se você espera um romance… Está puramente enganado. Esse trhiller não gira em torno de um romance, mas da superação e da justiça, e como o mal pode estar na porta ao lado.
Com certeza a história foi uma das minhas favoritas deste ano e espero que todos tenham a oportunidade de ler! E espero que mais títulos da autora sejam publicados aqui no Brasil. 

                                  Por :Isadora Celestino

0 comentários:

Deixe seu comentário