Resenha: Golem & o Gênio - Uma fábula eterna | Helene Wecker

Título: Golem & o Gênio
Autor:  Helene Wecker
Editora: Darkside Books
Número de páginas: 514
Classificação: 
Sinopse: Os confrontos e as barreiras vividas por duas culturas tão próximas, ainda que aparentemente opostas. Em Golem e o Gênio, premiado romance fantástico que a DarkSide® Books traz ao Brasil em 2015, o leitor se transporta à Nova York da virada do século XX, em uma viagem fascinante através das culturas árabe e judaica. Seus guias serão poderosos seres mitológicos.

Chava é uma golem, criatura feita de barro, trazida à vida por um estranho rabino envolvido com os estudos alquímicos da Cabala. Ahmad é um gênio, ser feito de fogo, nascido no deserto sírio, preso em uma antiga garrafa de cobre por um beduíno, séculos atrás. Atraídos pelo destino à parte mais pobre de uma Manhattan construída por imigrantes, Ahmad e Chava se tornam improváveis amigos e companheiros de alma, desafiando suas naturezas opostas. Até a noite em que um terrível incidente os separa. Mas uma poderosa ameaça vai reuni-los novamente, colocando em risco suas existências e obrigando-os a fazer uma escolha definitiva.




                                                – Resenha –


Um livro maravilhoso com uma mensagem muito legal. Temos uma junção de magia, amizade, amor, lealdade, livre arbítrio, desejos, vontades, atitudes…

Vi todo mundo falando muito muito muito muuuuuito bem desse livro, então fui com expectativas altíssimas. E confesso que só consegui começar a gostar da leitura mesmo lá pela metade do livro. A autora demorou um pouco pra nos fazer mergulhar na história, com uma introdução grande e detalhada. Enfim… achei bem lento até a metade.
“Um homem pode desejar algo por alguns instantes, mas uma grande parte dele rejeita esse desejo. Você deve aprender a julgar as pessoas por seus atos, não por seus pensamentos.”
Golem & o Gênio… certeza que gênio você já sabe o que é, né? Afinal, gênio é um ser fantástico muito mais conhecido que golem. Mas esse aqui tem umas coisas diferentes daquele gênio super conhecido, que realiza três desejos e fica preso numa garrafa.

Gênio, ou djim, é um espírito da natureza feito de chamas, e pode ficar visível para nós somente se tomar a forma humana, o que o deixa mais fraco. Não, não são todos os gênios que realizam desejos. Nosso personagem foi preso há milhares de anos em um recipiente e não se lembra o que houve.

Golem é um ser feito de barro que, com magia, é trazido à vida. Sua forma é humana, mas golens são super fortes e devem total obediência aos seus mestres. Eles conseguem sentir quais são os desejos de todos e, no caso do mestre, sentem uma necessidade imensa de satisfazer esse desejo, e não conseguem deixar de satisfazê-lo.

E aí, o que acontece?

O mestre da Golem morre e ela fica perdida em NY. Encontra um rabi e passa a viver com ele, aprendendo e reproduzindo hábitos humanos, para poder conviver em sociedade. Já o Djim encontra um latoeiro, também em NY, e passa a ajudá-lo nos consertos, aprendendo como viver em sociedade sem mostrar sua natureza.

Obviamente, num determinado momento, eles se cruzam e aí é que a história fica interessante. Um ser não conhece o outro, mas eles se entendem e conseguem conversar sobre suas angústias. Por exemplo: eles não dormem. Como passar a noite, então, se eles fingem que são humanos, mas não dormem?
“É importante aprender a agir de acordo com que as pessoas dizem e fazem, não com o que elas desejam ou temem.”
Todos os personagens são bem apresentados e tem algum motivo pra estarem ali. Temos vários secundários que conhecemos bem, e são imprescindíveis para o andamento da fábula.

Enfim… é uma leitura mais lenta, e maravilhosa. Recomendo.


.

3 comentários:

  1. Parece muito bom. Vou dar uma lida.

    ResponderExcluir
  2. Olá, excelente a sua resenha. Quero muito ler esse livro e essa capa é muito bonita (Dark Side sempre arrasando!).

    Beijos,
    Luan - Carpe Diem Literário.

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Vejo muita gente falando a respeito do livro, fiquei interessada em ler.
    Acho bem diferente do que temos como mais do mesmo ultimamente, me pergunto como será a vida sozinha em NY.
    Interessante.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir