Resenha: The Beauty of Darkness - Crônicas de Amor e Ódio #3 | Mary E. Pearson

Título: The Beauty of Darkness - As crônicas de amor e ódio #3
Autor:  Mary E. Pearson
Editora: Henry Holt and Co - no Brasil, Darkside Books
Número de páginas: 679
Classificação: 
Sinopse: Lia has survived Venda—but so has a great evil bent on the destruction of Morrighan. And only Lia can stop it.

With war on the horizon, Lia has no choice but to assume her role as First Daughter, as soldier—as leader. While she struggles to reach Morrighan and warn them, she finds herself at cross-purposes with Rafe and suspicious of Kaden, who has hunted her down.

In this conclusion to the Remnant Chronicles trilogy, traitors must be rooted out, sacrifices must be made, and impossible odds must be overcome as the future of every kingdom hangs in the balance.




                                                – Resenha –

“Contar a ela? Você não diz a uma garota como ela que ela não pode fazer alguma coisa.”*
O primeiro livro dessa trilogia é The Kiss of Deception, depois vem o The Heart of Betrayal, e este aqui é o último. O final do segundo livro me deixou TÃO ansiosa que não aguentei esperar a tradução do terceiro! Então, se você não leu os outros dois livros, pode parar aqui (ou leia spoilers por sua conta em risco!)
“Eu estou escolhendo meu destino agora — não um livro, nem um homem e nem um reino.”*
Mary E. Pearson simplesmente quis matar a gente com o final de Heart of Betrayal, né? Lia tão machucada, sendo carregada pelo Rafe…aquele fim me matou! hahahah. Que maravilha que Beauty of Darkness continua exatamente do mesmo ponto.
Acho que o mais interessante deste último volume é que ele é narrado por quatro personagens: Lia, Rafe, Kaden e Pauline. Isso tornou tudo mais dinâmico, e ver a história por tantos pontos de vista é ótimo, pois há muito para se resolver.
Eu vi algumas resenhas negativas e por isso não aguentei esperar a tradução, queria entender de onde vinha esse ‘ódio’ pelo terceiro livro. E continuo não entendendo, pois acho que não havia final melhor pra história!
“Algumas últimas palavras nunca devem ser ditas.”*
O protagonista dessa história é, sim, o amor. Mas não somente o amor romântico de Lia/Kaden/Rafe. O amor de Lia por seu povo, por Venda, por Morrighan. O amor de Rafe por Dalbreck. Kaden descobrindo o amor novamente, depois de sofrer tanto por amor. E acho que pensar que essa história se resume a um triângulo amoroso é o que fez aparecerem as resenhas negativas.

O ponto alto pra mim é a evolução dos personagens: dá até orgulho de ver como Lia enfrenta tudo que apareceu em seu (árduo) caminho. Rafe me decepcionou um pouco no início do livro mas depois acabou se redimindo. Pauline, Gwyneth e Berdi são personagens maravilhosas. E continuo amando Kaden.

Acho que estragaria muito a sua leitura falar sobre o enredo aqui. Eu simplesmente quero dizer que foi uma guerra épica, e que Mary E. Pearson soube muito bem como finalizar uma trilogia. A história ficou famosa e merece muito essa fama. Já sinto saudade.
“Você não pode comandar que o amor pare, do mesmo modo que um contrato de casamento não ordena que ele nasça.”*
*citações com tradução livre

1 comentários:

  1. Eu acabei de ler the Heart of Betrayal! Tô muito ansiosa pra ler a continuacao!!!! Meu deu, quero saber o que aconteceu com o kaden!

    ResponderExcluir