Resenha: Bloodline (Star Wars) | Claudia Gray

Título: Bloodline (Star Wars)
Autor:  Claudia Gray
Editora: Del Rey Books | futuramente Aleph
Número de páginas: 352
Classificação: ★★★★
Sinopse: From the "New York Times "bestselling author of "Star Wars: Lost Stars "comes a thrilling novel set in the years before the events of "Star Wars: The Force Awakens."
WITNESS THE BIRTH OF THE RESISTANCE
When the Rebellion defeated the Empire in the skies above Endor, Leia Organa believed it was the beginning to a lasting peace. But after decades of vicious infighting and partisan gridlock in the New Republic Senate, that hope seems like a distant memory.
Now a respected senator, Leia must grapple with the dangers that threaten to cripple the fledgling democracy from both within and without. Underworld kingpins, treacherous politicians, and Imperial loyalists are sowing chaos in the galaxy. Desperate to take action, senators are calling for the election of a First Senator. It is their hope that this influential post will bring strong leadership to a divided galaxy.
As the daughter of Darth Vader, Leia faces with distrust the prospect of any one person holding such a powerful position even when supporters suggest Leia herself for the job. But a new enemy may make this path Leia s only option. For at the edges of the galaxy, a mysterious threat is growing. . . ."




                                                – Resenha –





Antes de tudo, eu quero pedir desculpas a quem não lê em inglês. Mas eu estou aqui com essa resenha por uma coisa só: esse é o melhor livro de Star Wars que já li. E a Editora Aleph vai trazê-lo! Então, fique ansioso e espere, que você vai lê-lo, sim! Provavelmente esse ano!



“Nós vemos o mesmo problema, mas soluções diferentes.”*
Já li a maioria dos livros do cânone em português: Um novo amanhecer, Tarkin, Han Solo e Chewie, Leia, Luke, Marcas da Guerra, Estrelas Perdidas, Herdeiro do Jedi, Lordes dos Sith, Antes do Despertar. E eu acabei de mudar meu preferido, ele agora é Bloodline!

Eu comprei o e-book em inglês porque, além de me ajudar a estudar a língua, simplesmente não sei quando ele virá para o Brasil. Aliás, temos uma matéria na UOL que fala sobre o livro, e lá diz que ele viria no segundo semestre de 2016 pela Aleph. Pra você que não lê em inglês, temos esperanças, mas não sei quando vem, ok? rs (ps: Aleph te amo ❤ )

Mas vamos ao que interessa: esse livro tornou-se meu preferido. Por quê?

Primeiramente, devemos nos situar: estamos aqui entre os episódios VI — O Retorno do Jedi e VII — O Despertar da Força. E temos MUITA coisa entre eles, não é mesmo? Há muito para a autora explorar. Claudia Gray explorou nossa querida Leia, mostrando como ela tornou-se general.

Uma coisa marcante da trilogia mais recente, que conta a história de Anakin, é Padmé participando de inúmeras reuniões no Senado. Gray mostra Leia no mesmo caminho de sua mãe, tentando organizar o Senado, tentando mostrá-los que o extremismo é terrível. A própria Leia diz “Isso está acontecendo novamente hoje? Minha mãe viu a Velha República desmoronar, e é a minha vez de ver a Nova República se desfazer?”*

Ainda falando da política, a gente vê que a Nova República está dividida entre os Centristas e os Populistas. E tem bastante briga entre eles: tudo que acontece, um lado culpa o outro. Já dá pra entender de onde veio a Primeira Ordem, né? Aliás, também dá pra entender de onde veio a Resistência.
“Leia agora sabia quais eram seus amigos verdadeiros, e ela nunca iria esquecê-los.”*
Outra coisa que quero destacar aqui: nós conhecemos TODO TIPO de gente. Gente que ama o Império, gente que odeia o Império, gente que ama Darth Vader, gente que odeia Darth Vader. Gente que ama o Império mas odeia Darth Vader. Gente que coleciona itens imperiais e acha isso maravilhoso.

Mas e os outros personagens? Temos Han Solo, Ben, Luke? Sim. E vários outros personagens que eu amei. Claudia Gray acertou em cheio no modo de contar a história e em como os personagens aparecem nela.

Esse é o livro mais revelador do cânone, onde muita coisa interessante acontece. Leitura obrigatória pra quem ama o Universo Star Wars.
“O Sol está se pondo na Nova República — Leia disse. — É hora de a Resistência se levantar.”*
*citações com tradução livre

0 comentários:

Deixe seu comentário