#SessãodaMeiaNoite: Mary & Max


Olá gente, tudo bem com vocês? Hoje trago a indicação de um filme muito lindo chamado Mary and Max, assisti com minhas amigas pela Netflix e se você gosta de filmes emocionantes sobre amizade, continue a ler.

– Sinopse –

Mary Daisy Dinkle (Toni Collette) é uma menina solitária de oito anos, que vive em Melbourne, na Austrália. Max Jerry Horovitz (Philip Seymour Hoffman) tem 44 anos e vive em Nova York. Obeso e também solitário, ele tem Síndrome de Asperger. Mesmo com tamanha distância e a diferença de idade existente entre eles, Mary e Max desenvolvem uma forte amizade, que transcorre de acordo com os altos e baixos da vida.


É um filme Australiano, de 2009 e a história é narrada em 3° pessoa. A mesma fala sobre Mary, uma menina que vive de forma tediosa sempre com a mesma rotina, morando com uma mãe alcoólatra e um pai ausente. Ela tem seu desenho favorito e um galo de estimação e as coisas começam a mudar quando ela resolve escrever para um endereço aleatório. O dono do endereço é Max, um homem de 44 anos, obeso com sérios problemas alimentares e de ordem psicológica. Até então tem tudo para ser um desastre o contato dos dois, mas somos surpreendidos com o começo de uma amizade doce e muito singela. 


Se você já teve ou tem um amigo virtual sabe o quanto é bom em certos momentos desabafar sobre algo que não pode contar para as pessoas a sua volta, pois tem receio de ser julgado. Ou até mesmo conversar assuntos que ninguém a sua volta tem interesse, mas aquela pessoa que você não pode ver, tem todo interesse em conversar com você. É exatamente assim que Mary se sente quando encontra esse moço que tem tempo para responder todas as suas dúvidas, a menina pede conselhos, conta segredos e abre seu coração para o Max, que igualmente vê nela um escape para contar seus problemas de adulto que o psicólogo não resolve. 


O filme foi todo feito em Stop Motion, que é uma técnica de animação com massa de modelar (A fuga das Galinhas e A noiva Cadáver também são feitos com essa técnica). O filme tem cores mortas e opacas, que são o reflexo da vida e da personalidade dos personagens. O enredo é muito bem desenvolvido e o mais emocionante é que é baseado em fatos reais, então você a todo momento faz a conexão "nossa, isso realmente aconteceu" e se sente cada vez mais envolvido.

É um filme lindo, eu chorei muito com o desenvolvimento e o desfecho. É um filme para assistir com os amigos e se sentir grato pelas pessoas que te cercam. O filme também aborda muitas questões de ordem social como crises da vida adulta, problemas familiares, solidão, depressão, alcoolismo. Vale muito a pena assistir, está super indicado! 


Espero que tenham gostado da indicação! Beijinhos!

9 comentários:

  1. Izabella, achei bem curioso esse fato do filme em Stop Motion. Ainda não havia assistido nenhum filme do tipo, gostei bastante da história de amizade envolta da trama. portanto, pretendo assisti-lo em breve. Ideia sensacional!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ycaro, sim, é um filme muito bom que vale a pena ser assistido! A história de amizade vai fazer você refletir sobre muita coisa da sua vida social. E você ainda aproveita e vê pela primeira vez um filme em stop motion que é uma técnica muito linda <3

      Obrigada pelo comentário! Beijinhos!

      Excluir
  2. Socorro, vou procurar esse filme para ver, tipo agora! Sério, eu A-M-E-I a indicação e adorei ainda mais o enredo do filme. Melbourne é uma cidade linda e saber que é possível sim ter amizades virtuais com tanta diferença de idade? Incrível, vou ver se consigo arrumar um tempo esse fim de semana e assistir <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bárbara, assista mesmo você não vai se arrepender! É lindo e tocante. <3 E mostra exatamente isso da amizade em circunstâncias improváveis. Vale muito a pena.

      Beijinhos!

      Excluir
  3. Eu vi o nome Melbourne?!?! Morei um ano nessa cidade linda e maravilhosa (pelo ciência sem fronteiras) e até hoje considero minha segunda casa.
    Necessito desse filme pra NOW! Pela sua resenha, ele parece ser fofo. Tenho alguns amigos virtuais, então sei bem como é..
    Beijos
    http://balaiodebabados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza! Nossa que legal, não vejo a hora de fazer meu intercâmbio hahhaaha Mas sobre o filme: vale muito a pena, ainda mais você que vai se identificar um monte por causa do lugar.

      Beijinhos!

      Excluir
  4. Oie
    Eu adoro filmes e desenhos em Stop Motion,acho super criativo.Até agora não sei o nome de um desenho nesse estilo que fala de uma mulher que se casava com padeiros e depois matava eles,só que quando ela começa a namorar com tal homem o cachorro dele descobre tudo e salva ele,deve ter passado na cultura ,achei bem bacana.E tenho muitas amizades virtuais de anos então adoro filmes que retratem essas relações,ainda mais se tiver um conforto mutuo em ambas as partes.E a Mary deve ser uma fofura,obrigada pela dica,agora já sei que filme assistir nos próximos dias.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. O jeito da animação não me atrai muito, mais a historia é convincente e parece ser bem legal. Mais minhas amigas não gostam do tipo desse filme. Mais acho que até vale a pena assistir, só não tenho Netflix.

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Gosto muito de assistir filmes e ainda não conhecia esse a historia parece legal e gostei do tema, mas não gostei muito desse formato de animação, mas pela resenha fiquei muito curiosa e pretendo da uma chance !!

    ResponderExcluir