#SESSÃODAMEIANOITE | V DE VINGANÇA






Olá galera, tudo bem? Certo, vou começar me explicando. Sei que dei uma sumida, mas, tenho um bom motivo (na verdade não tão bom, mas, um motivo). Estava fazendo carteira de motorista e também estudando muito pro vestibular da federal; além do meu trabalho, que consome muitas horas do meu dia. 
Enfim, trago um filme hoje que já queria ter indicado antes, mas acredito que muitos já assistiram. Este também está na minha lista dos melhores filmes que já assisti e assisto sempre que possível. Apresento-lhes V de Vingança. 


- Sinopse -



Em uma Inglaterra do futuro, onde está em vigor um regime totalitário, vive Evey Hammond (Natalie Portman). Ela é salva de uma situação de vida ou morte por um homem mascarado, conhecido apenas pelo codinome V (Hugo Weaving), que é extremamente carismático e habilidoso na arte do combate e da destruição. Ao convocar seus compatriotas a se rebelar contra a tirania e a opressão do governo inglês, V provoca uma verdadeira revolução. Enquanto Evey tenta saber mais sobre o passado de V, ela termina por descobrir quem é e seu papel no plano de seu salvador para trazer liberdade e justiça ao país. 


V de Vingança pra mim se resume em como um ideal pode ser forte o suficieinte para mudar a percepção das pessoas sobre o caos que elas fingem não ver. É um homem lutando por uma nação. Não é à toa que o rosto de V foi adotado pelos Anonymous, nos manifestos passados ocorridos no Brasil (2013). 

O rosto de V é ninguém mais ninguém menos que o de Guy Fawkes, que existiu de verdade e tentou explodir o parlamento inglês no século XVII. Ele não conseguiu o feito pois foi traído e morto. (Ele foi espancado, torturado, enforcado e esquartejado em público, mas pouparemos estes detalhes). Enfim, hoje o dia 5 de novembro é feriado na terra da rainha, conhecido como “o dia em que o rei sobreviveu”. 




Voltando ao filme, palavras não são o suficiente para definir a minha admiração pela pessoa V. Ele é clássico, fiel e luta acima de tudo por uma ideia. Ideia não egoísta sendo que ele está disposto a dar sua própria vida pelo bem da população e o fim daquele regime ditatorial.


V conduz sozinho uma revolução completa, e só isso já é um grande motivo para assistir esta excelente obra. Como nada é perfeito, algumas coisas me deixaram desanimados quanto ao filme. A falta de informações sobre o anti-herói, apenas algumas cenas mostram V prisioneiro e pouco fala-se do seu amor por rosas vermelhas. 




Curiosidade – O nome de Evey (mulher resgatada por V) não foi escolhido ao acaso, ele é composto por letras que fazem referência ao 5 (V).E é a quinta letra do alfabeto, V é cinco na numeração romana e Y é a 25ª letra do alfabeto (5×5). Quando um relógio marca 11:05 ele forma um V idêntico ao da graphic novel, a hora também coincide com a famosa data citada por V, 11 sendo o mês e 5 o dia, 5 de Novembro.


1 comentários: