Resenha: Anne de Green Gables| Lucy Maud Montgomery

Título: Anne de Green Gables
Autora: Lucy Maud Montgomery
Editora: Pedrazul
Número de páginas: 228
Classificação:Nenhum texto alternativo automático disponível.
Sinopse:
Tudo parecia confortável demais na vida dos irmãos Matthew e Marilla Cuthbert, proprietários da fazenda Green Gables, mas o coração de Matthew começou a dar sinais de que a idade havia chegado. Em razão disso, decidiram, após muita ponderação, adotar um menino de uns onze anos, para que pudesse ajudar Matthew nos afazeres diários e receber uma educação apropriada. No entanto, a mão da Providência já havia agido em suas vidas e, por um erro de comunicação, uma menina ruiva, sardenta e tagarela chamada Anne foi enviada no lugar do desejado menino. Tão logo chegou a Green Gables, Anne soube do engano, mas com sua imaginação fértil e conversa afiada já havia conquistado a afeição de Matthew. E assim começa a história de suas aventuras pelas fascinantes paisagens de Avonlea, com sua “amiga do peito”, Diana, e o desafio da competição intelectual com o inteligente Gilbert Blythe. À medida que Anne é aceita em Green Gables, ela conquista também a admiração de toda a cidade de Avonlea; e o encanto do seu rico mundo de sonhos vai conquistar você  também.


                                                           Resenha


    
Recentemente a Netflix lançou a série Anne with an E , o que está fazendo um grande sucesso e até já foi resenhada no blog.  O que a maioria das pessoas ainda vai descobrir é que a série se baseia nos livros da série Anne de Green Gables, de Lucy Maud Montgmery.
   
Anne de Green Gables foi escrito em 1908 e conta com 9 volumes. O pequeno problema reside no fato de que, com exceção dos dois primeiros volumes, os livros NÃO foram traduzidos para o português. Isso que foram publicados a mais de 100 anos (!!!).
    
A boa notícia é que a Editora Pedrazul está trabalhando na tradução dos demais volumes: o segundo livro, Anne de Avonlea, já está em pré-venda e o terceiro, Anne da Ilha, terminando de ser traduzido.
     
Anne de Green Gables conta a história da órfã Anne, uma garotinha muito especial que chega à fazenda de Green Gables para ajudar o fazendeiro Matthew Cutbhert nos afazeres diários. O detalhe é que Matthew e sua irmã Marilla esperavam um rapazinho, e não uma menina.
     
Apesar disso, os irmãos decidem (após alguma deliberação) ficar com a menina que, pela primeira vez na vida, passa a pertencer a uma família e ter as obrigações próprias de uma criança.
   
O livro não fala da vida de Anne antes de chegar a Green Gables, senão em descrições da própria menina, que não pode ser considerada uma narradora confiável porque apesar de compreender plenamente a rejeição, a negligência e a crueldade com que foi tratada desde o inicio de sua vida procura desculpar os comportamentos das pessoas e interpretar os acontecimentos de forma positiva. Uma série de coisas fica implícita e precisa ser compreendida a partir das entrelinhas.
   
Porém, mesmo com todas as dificuldades, Anne é uma criança alegre, tagarela e sonhadora, que se deslumbra pelas belezas que encontra na vida, mesmo quando essas belezas são escassas. Ela procura transformar o banal em extraordinário e usa sua imaginação para adicionar uma pitada de sonho e fantasia a cada momento.
     
Na cidade de Avonlea Anne faz amigos, vai à escola e se esforça para se comportar de acordo com o que Marilla espera dela, mas mais do que isso, ela vai aos poucos cativando as pessoas ao seu redor, que se encantam com seu jeito determinado, distraído e desastrado, mas sempre simpático e pronto a ajudar quem dela precise. Anne encontra um lar.

0 comentários:

Deixe seu comentário