Crítica | Casa Comigo?

Titulo: Casa Comigo? Leap Year (Original)
Direção: Anand Tucker
Elenco: Amy AdamsMatthew GoodeAdam Scott 
Gêneros Comédia Romance
Classificação: 


Sinopse:
 Anna (Amy Adams) viaja a Dublin, Irlanda, para pedir o namorado Jeremy (Adam Scott) em casamento. Segundo a tradição local, o homem não pode recusar um pedido feito no dia 29 de fevereiro. Após contratempos na viagem, Anna vê-se obrigada a pegar carona com o charmoso e grosseiro Declan (Matthew Goode), dono de uma hospedaria. Logo, o que deveria ser uma simples travessia ganha rumos inesperados.
Resenha



Algum homem já se imaginou sendo pedido em casamento? Acho que não! Mas esse longa nós remete a uma deliciosa história romântica onde Anna (Amy Adams) trava uma divertida e incansável aventura Inspirada na tradição irlandesa a qual permite que mulheres peçam os namorados em casamento no ano bissexto, porém com a ajudinha de um mal tempo e uma parada forçada numa cidadezinha  pacata do interior da Irlanda Anna (Amy Adams) se depara nada mais nada menos com seu companheiro de aventura Declan (Matthew Goode) onde vai desenvolver  pequenos  atritos e engraçadas confusões   ao longo da história.

A direção de Anand Tucker consegue levar o longa com tranquilidade e com alternância de sentimentos entre as cenas que faz com que o espectador não se canse.

A trama  tenta nos desvincular dos valores e interesses materiais e nos propõem a uma descoberta de uma visão mais romântica emocional e pura de como pode ser os relacionamentos modernos atualmente, a passagem do longa  se mostra de forma tranquila num bom ritmo de entendimento pro espectador, com cenas impecáveis onde intercala diversos sentimentos com picos de emoção, fúria e de alegria  entre os personagens principais o que dá uma certa animada na historia não deixando que o filme caia na monotonia.

Os personagens encantam desde o inicio se mantendo assim até o final aonde apresentam  uma narrativa clara direta sem vícios de linguagem, porém destaco apenas a falta de mais personagens secundários onde houvesse mais interação e ligações de diálogo entre eles, porém mesmo com essa comunicação unidirecional entre os personagens principais o desenrolar da historia e a compreensão final não é prejudicada.

A trilha musical ela faz jus a proposta do filme que é passeado pelo romantismo, até mesmo pra ajudar a compor e a enriquecer as cenas mais emotivas, o cenário exibe muitas paisagens da Irlanda o que deixa o filme com belíssimas cenas e uma ótima iluminação o que dá um certo conforto visual pra quem está assistindo.

O roteiro é bom e consegue seguir um fluxo de fatos que leva ao entendimento e o desenrolar final da trama sem muitos rodeios. 

Bom Casa Comigo é uma boa aposta pra quem está em busca de uma comédia romântica, por ser uma historia simples com um roteiro leve e agradável, que tem como ideia principal explanar o amor genuíno juntamente com os valores sentimentais e a simplicidade da vida, é um filme romântico, bonito e super divertido que te deixa com gostinho de quero mais.



2 comentários:

  1. Amoo tanto esse filme Jesus! Admiro o trabalho da atriz Amy Adams e nesse filme ela está maravilhosa. A cena do que você leva se a casa pegar fogo é tão simples,mas bonita.

    ResponderExcluir