Série Maníacos | The Musketeers


A série The Musketeers é uma adaptação de Adrian Hodges ( pelo que vi de seu currículo o cara é meio que um especialista em adaptações ) da obra de Alexandre Dumas ( O livro os três mosqueteiros, um romance histórico com importantes fatos do século XVII, que se passa na França ), e conta as aventuras dos Mosqueteiros: D’Artagnan (Luke Pasqualino, de Skins), Athos (Tom Burke, de Great Expectations), Aramis (Santiago Cabrera, de Merlin) Porthos (Howard Charles), os Mosqueteiros e guarda-costas do rei Louis XIII (Ryan Gage, do Hobbit a Desolação de Smaug).


Fala sério, quando era adolescente você gostava de assistir esse filme.



Se você gosta de Piratas do Caribe, A ilha da garganta cortada (tá bom, o filme é meio ruim e não passa na regra dos quinze anos, mas fala sério, quando você era criança e assistiu você gostou), o homem da máscara de ferro, El Cid (filme épico de 1961), esse é o seu lugar. Temos honra, duelos sem fim de espada, paixões proibidas, luxúria e amor (Não gente, prometo que não estou descrevendo uma novela mexicana).

O mais durão dos Mosqueteiros, pense num nego bruto

A série produzida pela BBC possui três temporadas (até o presente momento a Netflix tem todas as temporadas), onde cada temporada é focada é um vilão, e no que ele faz para de alguma maneira prejudicar o reinado de Louis XIII. O show retrata os mosqueteiros como homens honrados, capazes de tudo pelo seu rei e o seu país, é muito bacana ver como a amizade dos quatro se desenvolve ao longo das três temporadas, como um sempre está disposto para salvar o outro, além de ver boas lutas usando sabre  (ou florete), e momentos onde você pensa: cara ele vai morrer, e alguma reviravolta acontece com os outros chegando para socorrer o que está em perigo, e claro como todo romântico incorrigível (juro que sou rsrs), ver a relação amorosa que nasce entre D’Artagnan e Constance Bonaciex ( personagem interpretada por Tamla Kari Cummins, mano, pense numa mulher linda ) bem como a de Aramis e a Rainha Anne ( sim, esposa de Louis, interpretada por Alexandra Dowling, Louis é cornão, pronto falei rs rs ).

Pense numa mulher linda

Bem, como nem tudo são flores vamos ás críticas negativas: the Musketeers é aquele seriado onde o mocinho derruba com um soco o rival (imagina se fosse igual ao demolidor da Netflix, onde as lutas são bem mais realistas e cruas), consegue sobreviver a uma explosão e sai quase ileso, e os quatro mosqueteiros (pera, não eram três! rsrs) são melhores do que TODOS os outros guerreiros da França, sendo poucos que rivalizam com eles seja na espada, na porrada ou no tiro.

Por fim, uma só crítica é muito pouco para resumir três temporadas de seriado, porém espero que eu tenha ao menos atiçado a curiosidade de vocês. Espero sinceramente que assistam e que gostem, Nota 8.0 (mas daria 9,2 fácil do tanto que gostei do seriado).

                                                                Por Paulo Vinicius.

1 comentários:

  1. olha, confesso que nao gostei mt nao kkkk
    vc pode ter falado mt bem em certos pontos, deixando o lado negativo para o final, mas a serie nao me conquistou!
    qm sabe um dia..

    perolasdelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir